Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Com 49 casos de dengue confirmados, vigilância continua

Da Redação | 27/03/2020 | 06:00

Até a última quarta-feira (25), Jundiaí já registrava 49 casos confirmados de dengue. Dentre esses 29 são importados e 20 autóctones, ou seja, se originaram dentro do próprio município.

De acordo com o boletim epidemiológico de arboviroses divulgado pela Unidade de Vigilância de Zoonoses, além dos casos confirmados há ainda 322 casos negativos e descartados e outros 18 aguardando resultado.

Mesmo diante da dimensão que o coronavírus tem tomado, os trabalhos investigativos da Vigilância em Saúde Ambiental (Visam) no bairros para conter a proliferação do Aedes aegypiti, que não transmite apenas a dengue, mas também outras doenças como chikungunya, febre amarela e zika.

O cuidado deve partir de cada morador. Isso é o que explica o gerente da Visam, Carlos Ozahata. “Em um momento atípico como estamos vivendo, as pessoas precisam manter a atenção, não somente às informações relativas à pandemia, mas não se pode desconsiderar as demais doenças. Os mosquitos transmissores da dengue e das demais arboviroses continuam a circular, a fazer a colocação de ovos e a transmitir as doenças”, alerta.

Vale ressaltar que os casos autóctones se originam em 17 bairros diferentes, sendo estes: Jardim Novo Horizonte, Jardim Pacaembu, Agapeama, Vila Santana, Eloy Chaves, Jundiaí Mirim, Jardim Carlos Gomes, Medeiros, Vila Hortolândia, Rio Acima, Anhangabaú, Parque Centenário, Jardim Tulipas, Cidade Jardim, Vila Arens, São Camilo e Ivoturucaia, sendo os dois últimos os locais com maior risco de transmissão.

Segundo a Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), as equipes da Visam realizaram vistoria no bairro Morada das Vinhas a última quarta-feira (26). A ação teve como intuito localizar munícipes com sintomas da dengue ou mesmo criadouros em potencial.

Cuidados
É importante ressaltar que o Aedes aegypti se reproduz em água parada e limpa. Portanto, todos os locais que possam vir a acumular água podem se tornar futuros criadouros. Para evitar a proliferação do mosquito, os munícipes devem deixar a caixa d’água fechada, retirar o excesso de água dos vasos de planta com pratos de descanso.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/com-49-casos-de-dengue-confirmados-vigilancia-continua/
Desenvolvido por CIJUN