Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Com 80% de ocupação dos leitos de enfermaria, 12ºGAC recebe primeiros pacientes

Kátia Appolinário | 30/06/2020 | 17:26

O hospital de campanha do 12º Grupo de Artilharia de Campanha Barão de Jundiahy (12ºGAC) recebeu cinco pacientes com coronavírus na tarde desta terça-feira (30). A medida foi tomada em razão da taxa de ocupação dos leitos de enfermaria da rede pública de saúde, que atingiram 80% da capacidade total. A estrutura tem capacidade para 25 leitos voltados ao atendimento de casos leves e em final de recuperação, ou seja, quando não há necessidade de apoio de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

De acordo com o Hospital São Vicente de São Paulo (HSVP), a ala hospitalar montada no 12º GAC garante uma reserva técnica importante de vagas de leitos de enfermaria na sede do hospital. “A margem de segurança que estipulamos para a transferência é de 90% da ocupação dos leitos públicos de enfermaria na sede. Na segunda-feira (29), o índice foi de 83%, abaixo do limite. No entanto, como ocorre todos os anos, os meses de junho e julho têm aumento das doenças respiratórias e, por conta do coronavírus, iremos evitar a situação de urgência”, explica o superintendente do HSV, Matheus Gomes.

Ainda que os leitos de enfermaria da rede pública tenham atingido 80% de sua capacidade total, os leitos de UTI ainda estão com 74% de ocupação. Na rede privada, por sua vez, os leitos de enfermaria possuem 78% de ocupação, e a UTI com 70% dos leitos ocupados.

 

200 MORTES EM 30 DIAS

As sete cidades do Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) confirmaram 4.031 casos positivos da doença em um mês. Dentre esses, 200 foram a óbito. Em Jundiaí, dos 3.739 casos de coronavírus registrados desde o início da pandemia, 75% ocorreram em junho. Isso corresponde a 2.701 casos e 116 óbitos confirmados em 30 dias. No total, são registradas 183 mortes, ou seja, 63,3% dos falecimentos aconteceram em junho, que tem sido o pico de contágio da doença, de acordo com o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC).

Na tarde desta terça-feira (30), duas pessoas entraram para a lista de óbitos. Uma das vítimas era uma mulher, de 46 anos, obesa, diabética, portadora de doença cardiovascular crônica e neoplasia. A outra vítima era um homem, de 66 anos, portador de doença cardiovascular e pneumopatia crônicas. Ambos estavam internados no Hospital São Vicente.

Do total de casos, 3.092 já estão curados. Assim, o município possui uma taxa de recuperação de 82,7%. A taxa de letalidade, por sua vez, é de 4,89%. Além desses, Jundiaí registra ainda 153 casos suspeitos, sendo que 68 se recuperam em isolamento domiciliar, 65 estão internados e 20 são mortes sob investigação. Outros 406 casos foram oficialmente descartados.

Várzea Paulista fechou o mês com 324 casos a mais. No total, 34 munícipes já faleceram pela doença e 271 já foram curados. Em Campo Limpo Paulista, o número de casos confirmados duplicou. No dia 1 de junho haviam 80 casos positivos e hoje esse número foi para 164. No período, 19 pessoas morreram.

Em Cabreúva, foram 250 casos em 30 dias, sendo 14 óbitos no mês. No total, a cidade registra 308 casos positivos e 17 mortes. Itupeva registrou 264 casos no período e totaliza hoje 326 positivos, dentre os quais 14 são óbitos causados pelo vírus. Por fim, Jarinu contabiliza 132 casos, sendo 14 mortes, nove nos últimos 30 dias.

 

 

 


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/com-80-de-ocupacao-12-gac-recebe-primeiros-pacientes/
Desenvolvido por CIJUN