Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Com esporte, elas querem aprender defesa pessoal

COLABORAÇÃO DE FELIPE CARDOSO | 25/08/2019 | 05:01

A presença de mulheres nas academias que oferecem aulas de luta em Jundiaí é cada vez mais comum. Além daquelas que procuram um lugar para praticar alguma atividade física dinâmica ou até mesmo seguirem carreira participando de competições na modalidade que optarem, muitas mulheres estão pensando em defesa pessoal e procurando saber e aprender algumas das tantas modalidades como jiu-jitsu, muay thai, taekwondo, entre outras.

A funcionária pública Carla Miranda, 29 anos, nunca imaginou que um dia lutaria jiu-jitsu, mas ao ver a violência contra a mulher aumentando cada vez mais em todo o Brasil decidiu aprender defesa pessoal. O interesse dos filhos pelo esporte também contribuiu para que ela tomasse a decisão de iniciar os treinos.

“Comecei em 2014 quando levava meus filhos aos treinos e ficava com vontade de participar, mas tinha um pouco de receio. Achava que esse esporte era mais para homens, que eu não me adaptaria, mas foi só fazer meu primeiro treino que vi que no tatame somos todos iguais”, afirmou.

Ela também conta que tem muitas colegas que iniciaram os treinos com o mesmo objetivo de aprender a se defender e que o público feminino tem aumentado em todas as modalidades de luta. “Faço parte de um grupo com mulheres de diversas cidades e academias do estado de São Paulo e estamos sempre trocando ideias. Fazemos um evento uma vez por ano para reunir todo mundo e realizarmos um treino coletivo”, explica Carla. Ela conta que nunca precisou usar suas técnicas e conhecimentos de luta para se defender fora da academia.

Apesar do objetivo inicial dos treinos ter sido a defesa pessoal, a identificação da funcionária pública com o esporte foi tanta, que começou a disputar competições.

Ao longo desses cinco anos de dedicação semanal aos treinos, Carla já conquistou a medalha de ouro no Campeonato Paulista e a medalha de prata no Mundial de Jiu-Jitsu, ambas na categoria para atletas ‘faixa branca’. “Fico muito feliz por essas conquistas e também por nunca ter imaginado isso quando comecei a treinar”, diz.


Leia mais sobre |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/com-esporte-elas-querem-aprender-defesa-pessoal/
Desenvolvido por CIJUN