Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Com seis acidentes este ano, moradores pedem melhorias

GUILHERME BARROS | 14/02/2020 | 05:00

Quem mora no entorno do cruzamento das ruas Paulo Mendes Silva com a Dario Murari, na Vila Rio Branco, vive com uma rotina pouco agradável: a dos constantes acidentes no local. Só nestes primeiros 44 dias do ano já foram seis batidas, sendo que a última delas registrada no começo desta semana, envolvendo um veículo de passeio e uma motocicleta. O motociclista ficou ferido e foi levado ao pronto-socorro.

Morador de uma casa de esquina, o aposentado Carlos Alberto Ávila, de 56 anos, perdeu as contas de quantas vezes estava em casa e se assustou com o barulho das colisões. “A minha mãe mora no quarto da frente da casa e em uma das ocasiões o carro derrubou parte do muro. Além do prejuízo material ficamos apreensivos porque nunca sabemos quando será a próxima batida”, comenta o morador.

Ele mora no local há mais de 30 anos e fala que o pedido de sinalização já foi feito várias vezes. “Eu já fui diversas vezes na Prefeitura pedir sinalização e, o máximo que fizeram, foi reforçar a pintura asfáltica. A hora que morrer alguém tomam providências”, reclama.

Ao lado da casa do aposentado, o proprietário de um pet shop, Thiago Dantas, é sempre um dos primeiros a chegar nas ocorrências. Ele também vive com medo de algo pior possa acontecer. “Nós já perdemos carros que estavam estacionados na rua, mas por sorte não havia ninguém no momento das colisões. Os condutores não respeitam o cruzamento. Aqui embaixo temos uma escola e o local de saída dos alunos é justamente o trecho que apresenta um fluxo maior de carros. A rua também é composta por pessoas de mais idade”, diz.

O enfermeiro Fernando Cayres também perdeu as contas de quantas vezes prestou os primeiros-socorros às vítimas. “Uma vez teve uma mulher de moto com fratura exposta na perna e tive o trabalho de tranquilizá-la e prestar os primeiros atendimentos. Ela só não perdeu a perna por conta deste atendimento rápido. Hoje viramos amigos e ela cliente aqui do nosso estabelecimento”, comenta.

Procurada, a Unidade de Gestão de Mobilidade e Transporte (UGMT) informa que vai avaliar a sinalização do local citado para verificar se há necessidade de ajustes ou complementação na sinalização. Após concluída as análises é que serão tomadas as providências. A unidade não divulgou quando esta avaliação será feita.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/com-seis-acidentes-este-ano-moradores-pedem-melhorias/
Desenvolvido por CIJUN