Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Começa a safra de caqui e produção só cresce em Jundiaí

COLABORAÇÃO DE FELIPE CARDOSO | 06/04/2019 | 05:05

Normalmente iniciada em março, a safra de caqui em 2019 sofreu atraso de um mês em Jundiaí. A produção, que começou agora em abril, tende a crescer nos próximos meses.
Segundo Orlando Steck, diretor de uma cooperativa de caqui na cidade, o atraso da safra deste ano não deve provocar grandes consequências na produção. “Mas provavelmente irá quebrar 20% da produção num comparativo com um ano de safra cheia começando no meio de março”, explica.
Para Steck, mesmo com a demora para iniciar a produção, a quantidade da fruta e o preço ainda estarão nos padrões de outras temporadas. “O fator climático de fevereiro e março atrasou a safra, porém, o clima melhorou bastante e creio que não teremos mais problemas daqui pra frente durante os meses de alta nas vendas, que são maio e junho. O preço da caixa deve ficar em uma média de R$14 para os atacados, chegando num valor ainda mais baixo aos consumidores”, afirmou.
Atualmente a cooperativa produz três mil caixas de caquis por dia e, de acordo com Steck, ainda é metade do produzido quando a safra está alta. “Agora estou com duas máquinas reformando que devem estar prontas para os meses de maior procura, quando produzimos seis mil caixas diariamente”, diz.
Após a colheita, a seleção da fruta é feita por máquinas e funcionários, em um processo que dura três dias. “Colhe num dia, embala no outro e sai para os clientes no dia seguinte. As máquinas separam a fruta de acordo com o peso e a cor”, explica. “As frutas com até 180g vão para um lado e os que passam de 180g para outro, então os funcionários montam as caixas para que não fiquem misturados caquis maduros com os que ainda não estão prontos para consumo. Além desses, também são separados os caquis que as máquinas detectam algum tipo de problema como furos e excesso de sementes que acabam rachando a fruta e a tornam inconsumível”, explica.

VALOR NUTRICIONAL
O caqui é uma fruta rica em fibras e vitamina. “A vitamina C é uma das mais presentes no caqui. O consumo da fruta ajuda a melhorar a imunidade e auxiliar na absorção de ferro no organismo. As fibras solúveis retardam o esvaziamento gástrico mas reduzem o colesterol e melhoram o controle glicêmico, prevenindo o diabetes”, explica o nutricionista Eduardo Garcia.

COOPERATIVA DE CAQUI ORLANDO STEK PRODUTOR DE CAQUI


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/comeca-a-safra-de-caqui-e-producao-so-cresce-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN