Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Comer fora de casa está mais caro em Jundiaí

GUILHERME BARROS | 10/12/2019 | 05:00

Depois da alta no preço da carne e do feijão, os proprietários dos restaurantes de Jundiaí têm quebrado a cabeça para não passar o valor aos consumidores. Mesmo assim, quem almoça todos os dias fora de casa já nota a diferença tanto no preço do almoço quanto apenas para aquela refeição rápida, como os salgados.

Isso, de fato, acaba espantando de alguma maneira quem opta por comer na rua. “Este ano tivemos uma queda de 30% de clientes em relação ao ano passado”, diz o gerente de um restaurante e lanchonete no Centro de Jundiaí, Everton Luz.

No local, o preço do quilo da refeição é R$ 56,89. “Não sabemos até quando vamos manter esse valor. É impossível você tirar o feijão e a carne do brasileiro”, completa. A marmitex com 500 gramas de comida é vendida a R$ 12. Já a de 700 gramas sai a R$ 16.

Em outro restaurante, este também com churrascaria, vai tentar manter os preços da marmitex. No local, a marmitex mini é negociada a R$ 13 e a média, a R$ 16, com quatro opções de mistura. “A gente que mexe com carne, principalmente, acaba tendo que repassar o mínimo possível porque nossa margem de lucro já é pouca. O consumidor não tem se afastado, mas ele vem e come menos”, avalia o também gerente Pedro Silva.

A professora aposentada Noeli Moraes, de 61 anos, tomava café acompanhada da irmã em uma lanchonete que também mantém um restaurante. Pagou R$ 18 por três salgados e uma lata de refrigerante. “Eu sempre venho aqui e não noto mudança de preços, mas não dá pra fazer isso todos os dias. Pesa no bolso”, garante.

Cidade mais barata
Uma pesquisa feita por uma rede de cartões de refeição mostra que Jundiaí tem o preço médio de refeição mais barato que Campinas e algumas regiões de São Paulo, por exemplo.

De acordo com o estudo, o preço médio de um prato comercial gira em torno de R$ 28,48. Já o preço do self-service sai por uma média de R$ 34,50. Quem opta pelo prato executivo desembolsa em média R$ 53,59. O prato médio a la carte é R$ 59,05. A média de preços no geral é de R$ 35,23.

Everton nota queda de 30% da clientela, mas efeito foi sentido no ano

Com alta da carne e do feijão, comida subiu e brasileiro tem que se adequar para segurar os gastos


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/comer-fora-de-casa-esta-mais-caro-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN