Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Comércio de Jundiaí se prepara para o processo de retomada

Nathália Sousa | 27/05/2020 | 19:48

O governador de São Paulo, João Doria, anunciou ontem (27) em coletiva de imprensa que o comércio paulista deve retornar aos poucos à normalidade de acordo com alguns critérios, como a capacidade do sistema de saúde e a evolução da pandemia. Em Jundiaí, a retomada está prevista para a próxima segunda (1).

Serão cinco fases graduais para a reabertura dos estabelecimentos comerciais e de outros espaços temporariamente indisponíveis. O estado de São Paulo foi dividido de acordo com as regiões administrativas para a aplicação das fases e Jundiaí pertence à região administrativa de Campinas, portanto, enquadra-se no processo de reabertura cabível a esta região, na fase 2.

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, informou que o município ainda não se pronunciou sobre a retomada porque o decreto estadual só será publicado hoje (28), portanto, formalizará o processo de flexibilização após a publicação para que os discursos municipal e estadual sejam alinhados.

“As cinco atividades previstas pelo estado para esta nova etapa serão flexibilizadas e nós vamos também utilizar o protocolo sanitário rígido da cidade para poder estabelecer esse modelo de flexibilização a partir do dia primeiro”, diz Luiz Fernando, quando a quarentena irrestrita será finalizada em São Paulo, dando lugar a esta retomada gradual.

As cinco atividades previstas na flexibilização são concessionárias, imobiliárias, escritórios, comércio de rua e shoppings. De acordo com Luiz Fernando, a cidade permanecerá alinhada às medidas adotadas pelo estado. “Vamos respeitar as decisões do estado, portanto, a abertura parcial das cinco atividades previstas será publicada de acordo com decreto estadual.”

COMÉRCIO

Com a retomada prevista das atividades, lojistas de Jundiaí se preparam para atender os clientes com segurança. O proprietário da Imobiliária Trenton, Roque Dalben, conta que estão atuando apenas com serviços internos há 60 dias, mas estão preparados para a reabertura. “Nós já temos exigências que são o horário marcado, uso de máscara, disponibilidade de álcool em gel. Vamos evitar atender mais de uma pessoa de uma vez”, diz ele.

Dalben fala ainda que voltar a flexibilização será muito importante para o negócio. “Conseguimos alugar só um imóvel em 60 dias e tivemos uma devolução de 10. Isto não costuma acontecer. Alugávamos quatro, cinco por mês.”

Ele diz ainda que os comerciais tiveram mais impactos. “Na maioria dos imóveis comerciais os inquilinos pagam 50% do aluguel, porém alguns nem conseguem pagar”, conta o proprietário ao afirmar acreditar que a retomada possa reerguer o setor.

O comércio de veículos também carece de uma maior presença para que funcione, ao contrário de outras vendas que podem ser feitas on-line. É o que explica o proprietário de uma revenda de veículos em Jundiaí, Marcelo Crivelaro. “É muito difícil fazer negociações on-line para automóveis, as pessoas querem ver pessoalmente. A loja física estando aberta, mesmo com restrição, é muito positivo.”

Crivelaro também diz que para as vendas o retorno é gradual. “Com a pandemia, não teremos o nível de venda de antes, mas, para o nosso segmento, será positivo ter venda presencial”, conta ele.

O proprietário da concessionária Andreta, José Maurício Andreta Junior, conta que tem condições para um retorno controlado neste momento. “Estamos prontos para cumprir o protocolo, seja qual for. Já estamos adotando isso na oficina, que tem mais movimento que o showroom. Prezamos pela vida das pessoas em primeiro lugar, depois pelos empregos e depois pela economia”, comenta Junior.

Gerente de marketing do Maxi Shopping Jundiaí, Silvia Helena Orange Sandoval, informou que aguarda a autorização para a retomada. “Assim que houver a liberação das atividades dos shoppings pelos órgãos públicos, o Maxi vai reabrir seguindo um rigoroso protocolo de funcionamento para esse período, com medidas para garantir a segurança dos frequentadores e colaboradores.”

Silvia diz ainda que, mesmo com a reabertura, o sistema de drive-thru continuará funcionando para que pessoas do grupo de risco estejam protegidas.

O assessor de imprensa do Paineiras Shopping, Eduardo Pereira, conta que na véspera da reabertura haverá um pulverização com produto antibacterial, além de medidas já tomadas, como limpeza do local, higienização do ar condicionado das lojas e a colocação de dispensers de álcool em gel em diversos pontos. “Os comerciantes estão agonizando sem faturamento. As empresas estão morrendo. Mesmo que seja uma retomada gradual esperamos que em alguns meses volte totalmente”, desabafa.

O presidente do Sincomercio e da CDL Jundiaí, Edison Maltoni, tenta ver o cenário com bons olhos. “O anúncio do protocolo de retomada de parte do comércio feita pelo Governo de São Paulo é positivo porque o setor precisa voltar suas atividades urgentemente para evitar novas demissões e fechamentos de estabelecimentos. No entanto, as reaberturas só serão possíveis para municípios que tiverem disponibilidade de leitos de UTI e redução no número de casos. Desta forma, cabe a nós, como entidades representativas do setor, aguardar as novas determinações das administrações estadual e municipal”, declara.

FASES

As cinco fases ditas pelo Doria são o Alerta Máximo (1), quando serão liberados apenas os serviços considerados essenciais; Controle (2), quando serão liberadas as concessionárias, imobiliárias, escritórios, comércio de rua e shoppings, de forma restrita; Flexibilização (3), com liberação de restaurantes e salões de beleza, mantendo as restrições; Abertura Parcial (4), em que academias também poderão funcionar e; Normal Controlado (5), na qual é esperada a liberação de cinemas e teatros, mas de forma controlada. Jundiaí está na fase 2, junto às demais cidade da região administrativa de Campinas.

 

Marcelo Crivelaro fala que setor precisa do atendimento presencial

 

Silvia Helena Sandoval conta que Maxi Shopping espera autorização

 

José Maurício Andreta Junior diz que concessionária está preparada


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/comercio-de-jundiai-se-prepara-para-o-processo-de-retomada/
Desenvolvido por CIJUN