Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Comércio espera aumento de 4% para o Dia das Mães

COLABORAÇÃO DE MARIANA CHECONI | 04/05/2019 | 05:00

Mesmo faltando apenas uma semana para o Dia das Mães, a maioria das pessoas ainda não comprou os presentes para a data. Apesar disso, de acordo com uma pesquisa realizada pelo Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí e Região (Sincomercio) e pela Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL), a expectativa é de um aumento de 4% nas vendas em relação ao ano passado.

Edison Maltoni, presidente do Sincomercio e da CDL explica que para o comércio o dia das mães representa um segundo natal. “É uma data muito importante por isso intensificamos os trabalhos. Desde abril, o Sincomercio e a CDL distribuíram para as lojas associadas os cartazes alusivos à data e brindes com mensagens de amor para presentear as mães”, conta.

Andando um pouco pelo centro da cidade encontramos muitas pessoas em busca do melhor presente para a mãe. Erick Henrique Miranda, 21 anos, conta que pretende presentear a mãe com um tênis. “Ela gosta muito de usar tênis e está precisando de um. Vou aproveitar a data para fazer essa surpresa para ela”, conta.

Maltoni afirma que em média, os filhos gastam de R$100 a R$150 com presentes para as mães. “Historicamente, os itens que lideram a preferência dos consumidores nesta data são roupas, calçados, perfumes e flores. Presentes que ficam na lembrança como almoços em restaurante e passeios turísticos são muito comuns. Celulares e artigos da linha branca, como eletrodomésticos, também são procurados no período”, conta.

Solange da Silva Santos Martins está grávida e foi as compras com a mãe. “Não comprei presente para ela ainda. Pretendo dar uma sandália. Hoje estou me presenteando, afinal, eu sou mãe também. Estava precisando de roupas novas, vim até o centro comprar”, conta.

PRESENTES ARTESANAIS
Montadas na Praça Governador Pedro de Toledo diversas tendas oferecem presentes personalizados para as mães. Cestas com pelúcias e chocolates, bonecas de pano e canecas com frases carinhosas são exemplos de itens encontrados. Inês Depiati, responsável por uma dessas tendas, conta que começou a perceber um aumento nas vendas ontem (3). As expectativas são altas em relação a próxima semana. “Estou aqui no centro desde o dia primeiro de maio. Vendi dois ou três itens nos primeiros dias. Hoje (ontem 3) já vendi seis sextas. Considero um bom número e acredito que nesta semana, com a proximidade do Dia Das Mães as vendas cresçam. São presentes artesanais, diferentes das lojas. As mães gostam desse carinho”, conta.

HORÁRIO ESTENDIDO
]Para garantir mais tranquilidade às compras dos consumidores nos dias que antecedem a data, os comerciantes de Jundiaí estenderão o horário de funcionamento na sexta (10) e sábado (11). Na sexta, as lojas podem abrir até 22h, conforme estabelecido na Convenção Coletiva de Trabalho (CCT) e no sábado, até as 18h.

Para divertir os consumidores, sábado, no período das 9 às 15h, as entidades promoverão passeios gratuitos no trenzinho Expresso da Alegria pelas ruas do centro de Jundiaí. Além de entreter, é uma forma de atrair os consumidores para prestigiar o comércio local de Jundiaí.

COMERCIO DIA DAS MAES SOLANGE DA SILVA MARTINS


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/comercio-espera-aumento-de-4-para-o-dia-das-maes/
Desenvolvido por CIJUN