Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Consumidores não querem voltar a usar sacolas retornáveis

| 09/10/2014 | 22:59

A Prefeitura de São Paulo decidirá quando a proibição de uso das sacolinhas plásticas começará a valer nos supermercados da cidade, informou o Tribunal de Justiça do Estado São Paulo. Em Jundiaí, já foi instituída a medida, mas a lei municipal foi suspensa há cerca de dois anos. Para a maioria dos consumidores, a ideia de voltar a ter que usar sacolas retornáveis não agrada.

Segundo o coordenador do Procon de Jundiaí, Adilton Garcia, ainda não há sinalização de que os supermercados locais venham a implantar a decisão. “Se houver, eles devem procurar realizar reuniões com o Procon para os orientarmos”, diz. O custo das sacolas plásticas já está embutido, de acordo com ele, no valor dos produtos vendidos nos mercados.

A vendedora Ruth Martinez considera a necessidade de levar sacolas retornáveis inviável. “Muitas vezes saímos do trabalho e passamos direto no supermercado”, avalia. A opinião é compartilhada por outros consumidores.

De acordo com o gerente do Estrela Supermercados, o uso de caixas de papelão e outros subterfúgios dificulta o cotidiano dos clientes. “Eles buscam a praticidade. Ter que se lembrar de trazer sacolas retornáveis ou usar caixas não é prático”, diz Anderson de Souza.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta sexta-feira (10) ou faça uma assinatura digital.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/consumidores-nao-querem-voltar-a-usar-sacolas-retornaveis/
Desenvolvido por CIJUN