Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Contratações no varejo da região crescem em 15%

Kátia Appolinário | 12/03/2020 | 05:00

Os estabelecimentos comerciais já estão se preparando para a chegada da Páscoa. Em 2019, 756 mil toneladas de chocolate foram produzidas em razão do evento e, com o aumento da produtividade, a expectativa é que as contratações temporárias também cresçam para alavancar as vendas. Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Amendoim e Balas (Abicab), em nível nacional mais de 14 mil vagas temporárias, diretas e indiretas, foram geradas em 2019 no setor industrial para atender a demanda produtiva deste ano. As vagas são tanto para a área de produção, quanto atendimento.

Em Jundiaí, as demandas de contratação para o varejo apresentaram um crescimento de 15%, oportunidade para aqueles que buscam por uma vaga no mercado. A coordenadora de Recursos Humanos, Larissa Gonçalves, diz que o público deve procurar pelas vagas em locais específicos. “O ideal é apostar em lojas que trabalham com varejo de chocolates, como mercados, que sempre oferecem vagas para promotores e repositores”, indica.

Ela fala ainda sobre a importância dos trabalhadores temporários para o setor. “Este é o momento em que a empresa mais precisa desses colaboradores, por isso é importante ser proativo e mostrar todo o seu potencial”, ressalta valendo-se de que uma vaga temporária, por vezes, pode se tornar efetiva.

Comércio
Considerada a segunda melhor data para o comércio, perdendo apenas para o Natal, de acordo com a Associação Paulista de Supermercados, só no último ano houve aumento de 5,1% nas vendas do setor.

Consultados, supermercados e lojas especializadas em chocolate da cidade alegaram que neste ano as vendas ainda não alavancaram, mas que estão preparados para atender à demanda esperada.

Com mais de 10 anos de experiência no comércio, Vivian Facanali, de 48 anos, conta que as vendas estão dentro do esperado. “Acredito que o brasileiro manterá a tradição de deixar tudo para a última hora, mas para este ano já me programei com antecedência e contarei com três funcionárias me auxiliando na produção”, conta a empreendedora que já está recebendo encomendas do público em geral.

O CEO de uma loja de chocolates, José Ideval de Lima, de 74 anos, afirma que o planejamento para a Páscoa é feito com vários meses de antecedência. “Estamos nos preparando desde o ano passado no que diz respeito a mão de obra e matéria-prima. Isso permite que não precisemos contratar novos colaboradores para este período. Assim aumentamos o ritmo de trabalho, mas mantemos a equipe”, explica, esperando um aumento de 20% nas vendas em relação ao ano anterior e que manterá os valores de 2019 para atrair o público.

De acordo com o presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Jundiaí (Sincomercio), Edison Maltoni, o consumidor está preparado para as compras. “Como a confiança e a intenção de consumir das famílias subiram em fevereiro, conforme o Índice de Consumo das Famílias (ICF) e o Índice de Confiança do Consumidor (ICC), a expectativa é que a Páscoa movimente o comércio de forma geral. Houve melhora na percepção das condições econômicas atuais, com juros reduzidos e abertura de crédito, o que motiva o consumidor a continuar comprando. Desta forma, cabe ao empresário investir em descontos para pagamentos à vista, e também brindes para os clientes”, orienta.

 


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/contratacoes-no-varejo-da-regiao-crescem-em-15/
Desenvolvido por CIJUN