Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Coronavírus já é considerado pandemia, segundo a OMS

Édi Gomes | 12/03/2020 | 05:00

Com toda preocupação em torno da expansão do coronavírus (covid19) diversos setores sentem o reflexo, principalmente o econômico. O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom, declarou que a organização elevou o estado da contaminação pelo novo coronavírus como pandemia. O anúncio surge quando há mais de 115 países com casos declarados de infecção. Daqui a duas semanas e meia o vírus terá o pico no mundo inteiro.

O número de casos confirmados de coronavírus no Brasil chegou a 53 segundo a segunda atualização do dia do Ministério da Saúde. O novo balanço marca um pulo de 15 casos em relação ao divulgado mais cedo, quando o sistema da pasta havia contabilizado 37 casos.

No total, Jundiaí conta com 18 notificações, sendo 3 descartados e 15 suspeitos no aguardo de resultados. Até o presente momento, o município não registra casos confirmados da doença.

No boletim desta quarta-feira (11), Jundiaí recebeu dois resultados negativos de exames de casos suspeitos do coronavírus (criança de 11 anos e uma mulher de 46 anos). A cidade foi notificada sobre a existência de mais um caso suspeito, com registro de viagem a país com confirmação de circulação do covid-19. A pessoa buscou por atendimento em saúde, teve amostras coletadas e encaminhadas para análise pelo Instituto Adolpho Lutz,

INTERCAMBIO
Mesmo diante dos números, os interessados pelo intercâmbio em Jundiaí mantêm a agenda de viagens reforçando que por enquanto a procura não diminuiu.

Segundo Carla Bianchi e Bruna Prado, consultoras de intercâmbio, não houve cancelamento dos pacotes já fechados. “A preocupação dos pais está na alta do dólar e não com o coronavírus em si. Trabalhamos com escolas localizadas nos Estados Unidos e lá, por experiência própria, existe a cultura do cuidado com a saúde pública”, comenta Carla.

A serenidade é confirmada pela programação de trabalho das empresárias que realizam na próxima semana um workshop de preparação dos novos alunos. “O processo demora de seis a um ano. Fazemos toda intermediação que vai desde a escolha da escola, documentos de matrícula, passagens aéreas e visto de entrada. As acomodações acontecem nas próprias escolas e não temos nenhuma restrição de acesso neste momento”, explicam as consultoras.

O empresário Paulo Lazarini está preparando o filho Pedro Lazarini, 17 anos, para o intercâmbio. A preocupação dele também não é com o coronavírus, que também foi confirmado na terra do ‘Tio Sam’. “Para mim a preocupação é a alta do dólar. Eu tenho o hábito de ler e me informar e acredito que daqui a poucos meses não se falará mais sobre o coronavírus”, comenta o empresário.

O adolescente também não tem receio do doença. Estudante do último ano do ensino médio em um colégio de Jundiaí, ele pretende concluir nos Estados Unidos e também embarcar na faculdade. “Já falo inglês e pretendo estudar biologia”, completa.

No setor de turismo, a situação é diferente. A empresária Tânia Maria Brasil Muzaiel classifica como delicado este momento. “Algumas companhias aéreas e parte de hotelaria estão ajudando e tentando remarcar viagem, deixando o crédito para novas datas dentro de um prazo de 11 meses. Eu acredito que até final de março a gente vai continuar nesta incerteza”, avalia.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/coronavirus-ja-e-considerado-pandemia-segundo-a-oms/
Desenvolvido por CIJUN