Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Cresce o consumo de energético

DA REDAÇÃO | 01/03/2019 | 05:02

As comemorações de Carnaval tiveram início na sexta-feira passada (22) e continuam neste final de semana, em Jundiaí. E com a folia, aumenta o consumo de bebidas alcoólicas e energéticos.
Segundo apuração feita pelo Jornal de Jundiaí em dois estabelecimentos da cidade, seja nos supermercados ou em conveniências, o crescimento nas vendas de energéticos e bebidas durante as comemorações chamou a atenção dos gerentes, Sandro Sartoro e Mariana Françoso.
Na sexta-feira (22), dia que desfilou o Bloco Chupa que é de Uva, abrindo o Carnaval jundiaiense, o movimento nos supermercados e conveniências da cidade foi grande, com a maioria das pessoas procurando pelos produtos. “Dessa vez, o movimento foi maior depois que acabou o bloco. As pessoas procuravam por cerveja, vodca e energético”, conta Sartoro, gerente de uma conveniência na Avenida 9 de Julho, uma das mais movimentadas de Jundiaí.
Segundo o gerente, o consumo de energético entre os jovens está cada vez mais alto e a procura pelo produto em sua loja acontece todos os dias. “O pessoal gosta de misturar o energético com outras bebidas. De um tempo pra cá, a procura é bem grande mesmo”, finalizou.
A gente Mariana Françoso confirma o crescimento do consumo. Ela é gerente de uma conveniência que também tem espaço de bar e música ao vivo, então, a alta demanda dos produtos é diária. “A venda do energético em si acontece todo dia na conveniência. Já na parte do barzinho, as pessoas preferem cerveja e porções. Mas está cada vez mais comum pedidos de drinks com energético”, destacou a gerente.
Os supermercados estão aproveitando o Carnaval e a alta na procura para esvaziarem o máximo possível do estoque de bebidas e energéticos. Alguns apostam nas promoções para compras em maior quantidade e outros optaram por baixar os preços dos produtos, especialmente os mais caros.

VENDAS DE BEBIDAS NO CARNAVAL  SERGIO SARTORO


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/cresce-o-consumo-de-energetico/
Desenvolvido por CIJUN