Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Cultura e comércio discutem participaçao de blocos de rua

DA REDAÇÃO | 16/01/2019 | 18:30

Representantes da Câmara de Dirigentes Lojistas de Jundiaí (CDL), do Sincomercio Jundiaí e Região, da Associação Comercial e Empresarial (ACE) e lojistas do Centro participaram de uma reunião sobre o Carnaval 2019 com a presença de Marcelo Peroni, gestor da Unidade de Cultura (UGC) da Prefeitura Municipal de Jundiaí. O encontro foi na manhã desta quarta-feira (16), na sede do Sincomercio.

Marcelo Peroni detalhou que o aumento de blocos de Carnaval é uma realidade em várias cidades do País. Segundo ele, estudos comprovam que muitas pessoas deixaram de viajar para aproveitarem o Carnaval em suas cidades, inclusive por causa da crise econômica. Segundo o gestor, em 2017 a Prefeitura recebeu a inscrição de 16 blocos e no ano passado foram 19 inscritos.

“Neste ano, apesar do cadastramento não ter sido aberto porque estamos realizando as conversas iniciais, já são 27 blocos interessados em desfilar pelas ruas da cidade. Em 2018, cerca de 200 mil pessoas participaram dos blocos. É um movimento que não para de crescer, por isso representantes do Poder Público e entidades envolvidas precisam dialogar para fazer o melhor para população e para a cidade”, avalia o gestor.

De acordo com Peroni, o Carnaval de 2018 teve um número maior blocos na região central, especialmente por conta de estudos de segurança e de impacto de trânsito na cidade. Desta forma, a UGC está realizando reuniões com a Polícia Militar, a Guarda Municipal e todas as instâncias envolvidas para levantar os problemas, encontrar soluções e planejar o cronograma na cidade. O horário dos desfiles dos blocos está entre as questões apontadas pelos participantes da reunião. “Sugerimos ao gestor que a passagem dos blocos nas ruas do Centro, nos dias de funcionamento do comércio, ocorra a partir das 18h, após o fechamento das lojas. Também solicitamos o reforço na limpeza das ruas e sugerimos a busca de parcerias para o recolhimento do lixo reciclável”, detalha Edison Maltoni, presidente do Sincomercio e da CDL.

O investimento em campanhas educativas de conscientização e locais para instalação de banheiros químicos também fizeram parte do debate. Peroni levará as propostas para discussão e frisou que agenda oficial do Carnaval 2019 ainda não está definida. “Não há nada fechado com os blocos. As reuniões são feitas para chegarmos aos consensos. A UGC prioriza o diálogo e visa o que for melhor para todos. A reunião foi positiva no sentido de encontramos o equilíbrio entre o comércio, a organização dos blocos, pensando no melhor para a população. As discussões são fundamentais para encontrarmos o equilíbrio.”

T_reuniao


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/cultura-e-comercio-discutem-participacao-de-blocos-de-rua/
Desenvolvido por CIJUN