Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

DAE tem abastecido poços artesianos que secaram em Jundiaí

| 17/10/2014 | 21:24

Os poços artesianos utilizados para abastecer residências localizadas, principalmente na periferia de Jundiaí, não estão mais suprindo as necessidades da população. Para contornar a situação, a DAE Jundiaí tem enviado caminhões-pipa com água para esses moradores.

De acordo com o diretor de mananciais da DAE, Aray Martinho, são dois veículos utilizados praticamente apenas com esse objetivo. “Essa tarefa tem ocupado diariamente nossos caminhões, tanto que não conseguimos enviar auxílio para apagar incêndios”, afirmou durante reunião entre secretarias e sociedade civil, na tarde de ontem, no Paço Municipal.

Para ele, a situação vivida atualmente é crítica inclusive para Jundiaí. “É uma crise da água e, por consequência, uma crise de incêndios. O fato é que não temos água para 50 anos e as pessoas precisam se conscientizar. Precisam ver o que está no entorno.”

Martinho criticou, ainda, atitudes como o não cuidado com a natureza, o ateamento de fogo – propositalmente ou não – e a ausência de pisos impermeáveis na cidade. “Graças a tudo isso a Represa do Moisés, que ficava no fim da avenida Jundiaí, já não existe mais.”

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí deste sábado (18) ou faça uma assinatura digital.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/dae-tem-abastecido-pocos-artesianos-que-secaram-em-jundiai/

Os comentários estão desativados.

Desenvolvido por CIJUN