Jundiaí

DDM investiga estupro de criança


Policiais da DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) de Jundiaí investigam o estupro de uma menina de 12 anos, que teria sido cometido por um pedreiro, em Jundiaí, na segunda (26) e terça-feira (27). As agressões sexuais foram denunciadas pela tia da menina, que chamou a Policia Militar no final da noite de terça-feira (27), tão logo ela soube do estupro. O caso foi registrado no Plantão Policial. Os PMs foram para o local e ouviram a menina, que contou que teve relação sexual por duas vezes com o homem, que ela alega ser maior de idade e que trabalha em uma construção próximo de sua casa. Ela contou à soldado PM Regina que conheceu o pedreiro há cerca de dois meses e durante esse tempo trocaram muitas mensagens de whatsapp. Ela disse ainda que usava o celular da mãe para se comunicar com ele. A jovem ainda falou que após ele a pegar próximo de sua casa, foram de ônibus coletivo até a casa dele, onde aconteceu o estupro. Nem mãe ou tia conhecem o suspeito. E a jovem pouco se lembrava do caminho que o ônibus fez até a casa dele. Mesmo assim policiais militares, mãe e criança tentaram ir até a casa onde tudo aconteceu, para que fosse efetuada a prisão. Mas sem sucesso. Agora os policiais da Dise vão investigar para descobrir quem é o acusado.

Notícias relevantes: