Jundiaí

Décimo terceiro salário anima comerciantes e consumidores

MOVIMENTO NO COMERCIO NATAL BIANCA AMPARO
Crédito: Reprodução/Internet
A liberação da segunda parcela do décimo terceiro salário para os trabalhadores movimentou o Centro de Jundiaí na tarde desta sexta-feira (20). A expectativa dos lojistas é que o fluxo de pessoas aumente ainda mais neste final de semana, com os horários estendidos e também no início da próxima semana, véspera de Natal. A líder de uma loja produtora de cogumelos em Louveira, Heleni Tenente de Proença, aproveitou seus primeiros dias de férias para levar a sobrinha Gabriely fazer compras. “Eu estou comprando calçados para mim e para ela. Os preços aqui de Jundiaí são melhores que em Louveira porque o comércio é maior”, diz. Ela aproveitou o crédito adicional para gastar um pouco mais. “Os preços estão bem atrativos e também dá para desembolsar um pouquinho. A data é propícia para isso”, garante a gerente. Outro que aproveitou a tarde livre para fazer as compras de final de ano com a liberação do pagamento adicional foi o agente de higienização Francisco José da Silva, de 50 anos. Ao lado da esposa e dos sobrinhos Raissa, de 5 anos, e Maicon, de 3 anos, adiantou os presentes de Natal. “Quando chega essas datas de festa a gente espera o dinheiro para poder presentear os familiares. O décimo terceiro salva a vida de muita gente nesta época do ano”, comemora. ECONOMIA EM ALTA O pagamento do décimo terceiro salário deverá injetar na economia brasileira, até dezembro, R$ 214,6 bilhões, de acordo com estimativa divulgada pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Aproximadamente 81 milhões de brasileiros serão beneficiados com rendimento adicional, em média, de R$ 2.451. Deste total estimado, 68% (R$ 147 bilhões) será repassado aos trabalhadores formalizados em carteira, e os outros 32% (R$ 67,7 bilhões) terá como destino os aposentados e pensionistas do INSS. Quem também está empolgado com a injeção do abono são os lojistas. A gerente de uma loja de cosméticos, Bianca Amaro, comemora os bons resultados nas vendas. “Está corrido, mas estamos satisfeitos com os resultados até agora. Já atingimos quase 70% da meta que foi passada e temos um resultado 30% maior do que o estimado em 2018”, conta. Ela elencou os produtos com mais saída nesta época do ano. “Foi feita uma pesquisa de mercado que diz que tudo o que transforma o visual tem mais demanda. São produtos da linha de tintura para cabelos”, enfatiza. Para o presidentes da Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL) e Sincomercio, Edison Maltoni, diz que o benefício representa uma oportunidade de aumento do consumo nesta época porque parte dos consumidores opta por utilizar a primeira parcela do pagamento para quitar dívidas. Já a segunda é usada para presentear, decorar a casa e preparar as ceias. “Agora cabe aos lojistas aproveitarem este momento para oferecer diferenciais e vantagens para atrair os consumidores”, afirma Maltoni. HORÁRIO Quem deseja aproveitar o comércio do Centro nos próximos dias, fique atento aos horários de abertura. Sábado e domingo (9h às 18h); segunda-feira (das 9h às 22h); e na terça-feira (9h às 18h).

Notícias relevantes: