Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Dengue pode causar sequelas se não for tratada corretamente

COLABORAÇÃO MARIANA CHECONI | 23/05/2019 | 06:31

Jundiaí está com uma epidemia de dengue. A cada semana que passa, mais casos da doença são confirmados. Desde janeiro, mais de 1,7 mil pessoas já tiveram a doença este ano.

Além de seus graves sintomas, a doença ainda pode deixar algumas consequências se não for percebida e tratada rapidamente.

De acordo com o infectologista da Faculdade de Medicina de Jundiaí, Roberto Focaccia, complicações graves por conta da doença são muito difíceis de acontecerem. “Mas acontece se o paciente demorar para procurar tratamento, que no caso da dengue é principalmente a hidratação do corpo. Ele pode apresentar falta de oxigenação no sangue e prejudicar órgãos importantes para o funcionamento do organismo”, afirma. O médico explica que é muito comum ocorrer uma demora na recuperação total de um paciente. “Em alguns casos, a dengue pode demorar até seis meses para ser completamente curada. Nesse período, as pessoas costumam sentir sintomas que a dengue propicia. Febre, cansaço, dores na cabeça, no corpo e nas articulações, indisposição e até roxidão em algumas partes do corpo. Isso acontece com muita frequência. O corpo necessita de um tempo para se recuperar completamente do vírus”, afirma o médico.

O auxiliar mecânico de manutenção, Emerson Barbosa de Sousa, 42 anos, está dentro da estatística de moradores que contraíram dengue na cidade. Ele conta que no fim do mês de abril teve uma febre súbita, manchas vermelhas pelo corpo, dor nos olhos e sensibilidade na pele. “Procurei atendimento médico logo que percebi os sintomas. Veio a confirmação de dengue e os sintomas duraram cerca de sete dias. Os médicos afirmaram que meu organismo é resistente e por conta disso não fiquei muito tempo com o vírus. Ainda sinto um incômodo no peito quando respiro fundo”, relata.

O caso da dona de casa Leticia Rodrigues, 27 anos, foi um pouco mais grave. A jovem demorou cerca de 20 dias para curar completamente a doença. “Fiquei uma semana muito mal. Tinha febre alta, entre 39 e 40 graus e fortes dores no corpo. Em 20 dias me senti completamente bem de novo. O problema é que até hoje ainda sinto algumas dores nas articulações, principalmente nos joelhos e tornozelos mesmo depois de refazer os exames e o resultado dar negativo”, conta.

Vale ressaltar que é fundamental procurar atendimento médico na percepção de qualquer sintoma que indique dengue. Roberto Foccacia afirma que o erro das pessoas é o auto-diagnóstico. “Alguns pacientes confundem com uma gripe e não procuram o pronto-socorro. Isso causa um atraso no tratamento, o que pode gerar complicações a longo prazo”, explica.

AM12321450003_Easy-Resize.com (1)


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/dengue-pode-causar-sequelas-se-nao-for-tratada-corretamente/
Desenvolvido por CIJUN