Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Dieta low carb exige cuidado e disciplina

COLABORAÇÃO DE GRAZIELLY COELHO | 09/06/2019 | 05:04

Emagrecer rápido: essa é a principal promessa do low carb, dieta que reduz, significativamente, o consumo de carboidratos no dia a dia. Famosa nas redes sociais e no universo de influenciadores, a dieta tem conquistado cada vez mais adeptos, mas nem todo mundo se beneficia desse estilo de vida.

De acordo com o endocrinologista, Caetano Munhoz, as dietas que restringem excessivamente os carboidratos são formalmente contraindicadas em crianças, gestantes e idosos.

O especialista explica que a dieta pode ser útil a curto prazo para perder peso, baixar a pressão arterial e melhorar o controle da glicose no sangue, mas a longo prazo deixa de ter papel benéfico para a saúde, podendo aumentar os riscos de doenças cardiovasculares, devido o aumento do colesterol promovido pela dieta.

O médico também afirma que, considerar o carboidrato um vilão, não é recomendável. “Os carboidratos são importante fonte de energia para as nossas reações metabólicas. Importantíssimo para manutenção da temperatura, musculatura e equilíbrio interno”, explica.

Caetano reforça que as dietas balanceadas são a melhor escolha para uma vida saudável. “Aliadas às atividades físicas e ao acompanhamento de profissionais da área médica e de nutrição, são imprescindíveis para emagrecer sem perder a saúde”, diz.

Pamela Debiasio, 34 anos, é adepta da dieta há mais de dois anos e, desde então, já emagreceu 42 quilos. Mas a melhora não foi apenas estética. A servidora pública também encontrou na dieta uma forma de cuidar da sua saúde. “Pesquisei sobre a dieta low carb e como tenho Síndrome de Ovário Policístico, ela seria a mais indicada, por regular a produção de insulina e, por consequência, os sintomas”, conta.

Para a nutricionista Samanta Infante, a deita Low Carb é uma estratégia nutricional promissora para tratamento e prevenção de algumas doenças como resistência à insulina, obesidade e diabetes tipo 2. “A adesão de uma Low Carb adequada também é capaz de modular o apetite e o desejo por doces, além de melhorar a disposição e o sono”, acrescenta a especialista.

A profissional alerta para a importância da qualidade e quantidade dos carboidratos. “Se consumirmos mais energia do que gastamos, será armazenada em forma de gordura. Portanto, o consumo elevado de carboidratos ocasiona o sobrepeso e a obesidade, além de exercer papel determinante no desenvolvimento de algumas doenças crônicas”, explica.

Para quem deseja começar a dieta low carb ou para quem tem dúvidas em como montar as refeições, a nutricionista dá dicas de um cardápio completo. Confira:

CAFÉ DA MANHÃ

– Omelete com vegetais feito no óleo de coco (sem sabor)
– 1 Porção de Frutas de Baixo Índice glicêmico (Ex. abacate, morango, amora, kiwi, goiaba)

ALMOÇO/ JANTAR

– Porção individualizada de fonte de Carboidratos (Inhame, Batata Doce, Mandioquinha, Abóbora)
– Porção de Proteínas: Peixe, Frango ou Carne
– Saladas variadas e legumes – à vontade com tempero de azeite + limão + ervas

A servidora pública, Pamela Debiasio, emagreceu 42kg após iniciar a dieta, há mais de dois anos e hoje se sente mais bem humorada e feliz


Leia mais sobre
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/dieta-low-carb-exige-cuidado-e-disciplina/
Desenvolvido por CIJUN