Jundiaí

Dos 16 leitos de UTI, 15 são suspeitos de covid-19


T_WhatsApp Image 2020-03-23 at 14.59.44 (6)
Crédito: Reprodução/Internet
A Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital São Vicente de Paulo, com capacidade para 16 leitos, registra a internação de 15 pacientes com suspeita de contaminação por coronavírus (covid-19), em estado grave. Deste total 11 apresentam quadro de insuficiência respiratória e utilizam aparelho de ventilação mecânica. Outros 23 leitos foram adaptados na Clínica Feminina e agora totalizam 39 vagas na UTI. Em Jundiaí, já são 158 casos suspeitos do covid-19, quatro confirmados e três óbitos a serem averiguados. Ao todo 31 pessoas estão internadas entre os hospitais públicos e privados por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) e três óbitos também por SRAG aguardam laudos do IAL. De acordo com informações da assessoria de imprensa do hospital, dentro do plano de atendimento voltado a pacientes graves com suspeita do covid-19 não há superlotação. Para atender ao fluxo, algumas adequações das equipes foram realizadas temporariamente. Até o momento, o plano de contingência está sendo seguido, mas nada impede que novas decisões sejam tomadas no decorrer do possível aumento da demanda. Segundo a assessoria, o monitoramento está sendo feito pelo Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) que, além de atualizar os dados, adequa e define todos os passos que serão adotados no tratamento dos pacientes. Ações como a garantia dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para todos os profissionais envolvidos nos atendimentos e a campanha interna de vacinação dos funcionários contra a gripe influenza foram implantadas. Em contrapartida, movimento do Pronto Atendimento Central continua abaixo da média, com o registro de 182 atendimentos. No PA Hortolândia foram 94 registros e no PA do Retiro, 61. As queixas continuam relacionadas a este período do outono que tem a tendência de aumentar os casos de gripe, tosse e problemas respiratórios. Internações Os casos, conforme determinação estadual para a realização de exames para a identificação do novo coronavírus (sars-coV-2) apenas em pessoas com Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), tiveram amostras colhidas para análise para o Instituto Adolfo Lutz para a identificação do vírus causador da patologia. A expectativa da conclusão do laudo é superior a 15 dias. Jundiaí irá comprar kits de exames diretamente da China, segundo informações divulgadas à noite. Na capital O número de pessoas internadas em estado grave em São Paulo com infecção pelo novo coronavírus teve um aumento de 42% nas últimas 24 horas. Eram 61 pacientes no boletim divulgado na quarta-feira e já são 84 no balanço divulgado hoje. O estado tem 862 casos confirmados da covid-19, segundo balanço divulgado no período da tarde pelo secretário estadual da Saúde, José Henrique Germann. A aceleração de internados nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI) ocorre enquanto as obras para construções de hospitais de campanha na capital e em cidades da região metropolitana ainda estão em andamento e em meio a um processo de transferência de pacientes no Hospital das Clínicas (HC) para liberar.

Notícias relevantes: