Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Eles não desistem de fazer a boa e velha ‘fezinha’

VINICIUS SCARTON | 26/08/2018 | 05:15

Ficar rico, ter dinheiro de sobra para fazer o que tiver vontade e mudar de vida. Esse é o sonho de todas, ou pelo menos da maioria, as pessoas que têm o hábito de apostar nas loterias. Em Jundiaí, o segurança Orlando Gomes, de 41 anos, tenta a sorte há cerca de 25 anos. Segundo ele, por diversas vezes bateu na trave e quase ficou milionário ao longo deste período. “Cheguei a fazer a quina na Mega-Sena, acertei cinco números na Timemania e, em três oportunidades fiz a quadra da Mega-Sena”, recorda. Questionado sobre a quantidade de jogos e o que já gastou ao longo da vida, Orlando diz que não tem como quantificar. “Com certeza já gastei bem mais do que ganhei”, responde, com bom humor.

Sobre a frequência da “fezinha”, o segurança é um assíduo apostador que visita as casas lotéricas de Jundiaí ao menos três vezes por semana. “Isso já é uma rotina em minha vida”, afirma. Gerson Souza, de 60 anos, que trabalha com serviços gerais, também tem história parecida e faz seus joguinhos há pelo menos 20 anos. “Jogo na Mega-Sena toda semana e nem tenho ideia de quanto já gastei com isso. Sei que daria para comprar muita coisa”, admite. Ao longo de duas décadas, Gerson afirma que nunca conheceu alguém que tivesse acertado na loteria. “Espero um dia acertar e mudar essa escrita”, sonha.

Perfil

Além daqueles que jogam nas casas lotéricas, a grande maioria no Brasil, a Caixa Econômica Federal tem buscado um novo perfil de apostadores, através do Portal Loterias Online (www.loteriasonline.caixa.gov.br), com propósito de atingir um público mais jovem. A faixa etária da maioria dos visitantes varia de 18 a 34 anos (com 40% dos acessos).

No período de 10 a 19 de agosto, o Portal alcançou R$ 4,9 milhões em comercializações, com mais de R$ 500 mil em vendas por dia e um tíquete médio de R$ 45,46. Nos primeiros dias de funcionamento, o Portal registrou cerca de 700 mil acessos. Desse total, foram mais de 140 mil pessoas que realizaram o cadastro inicial, uma média de 20 mil novos cadastros a cada dia. O objetivo do canal é atrair um novo público apostador, principalmente os jovens, que têm a internet como principal meio para realizar suas compras e serviços bancários.

A expectativa é que, em um ano, o Portal represente cerca de 3% do total de apostas. O acesso ao Portal via smartphones também merece destaque, representando mais de 65% dos acessos. Para utilizar o novo Portal, o usuário deverá fazer um cadastro usando apenas o CPF para verificação da maioridade do apostador e para permitir a vinculação de apostas e eventuais prêmios futuros.

Nova Loteria

Além das novidades apresentadas, a Caixa também criou uma nova modalidade de loteria, o Dia de Sorte, um jogo de prognósticos baseada em datas e meses do ano. Para jogar, o apostador deve escolher de sete a quinze números dentre os 31 constantes no volante e apenas um “Mês de Sorte” ou optar pela aposta “surpresinha”. São sorteados sete números diferentes dentre os 31, além de um “Mês de Sorte”. São consideradas vencedoras as apostas que contiverem 7, 6, 5 ou 4 prognósticos e/ou “Mês de Sorte” coincidentes com os números e/ou mês sorteado. As apostas para esta modalidade começaram a ser realizadas no dia 14 de maio.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/eles-nao-desistem-de-fazer-a-boa-e-velha-fezinha/
Desenvolvido por CIJUN