Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Em 10 dias foram registrados 120 novos casos de dengue em Jundiaí

SIMONE DE OLIVEIRA | 22/04/2019 | 18:46

Os índices de notificações e casos confirmados de dengue têm aumentado consideravelmente em Jundiaí e preocupado as autoridades das áreas de saúde e de vigilância epidemiológica do município. Em apenas 10 dias a cidade registrou 124 novos casos da doença. Desde o início do ano já são 659 casos. Deste montante, 609 são autóctones, ou seja, contraídos na cidade.
Os bairros com maior ocorrência são Novo Horizonte (190 casos), São Camilo (139), Vila Aparecida (42), Ponte São João (37) e Almerinda Chaves (23). Mas de acordo com a equipe da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ), outros bairros também receberão as equipes para a investigação epidemiológica, como Vila Hortolândia, Vila Arens e Jardim do Lago.
“Esta semana, algumas equipes estarão concentradas em bairros onde houveram registros de ocorrências. O planejamento de ação é bastante dinâmico, já que acompanha os registros dos casos suspeitos”, explica a biomédica Ana Lúcia de Castro.
Ela ressalta que tendência é que a transmissão seja reduzida com a aproximação dos dias mais frios. Mesmo assim é importante que a população continue limpando suas casas e eliminando os focos do mosquito Aedes aegypti. “Sabemos que os ovos dos mosquitos são resistentes mesmo em recipientes sem água. Dessa forma, a qualquer tempo em que o local com os ovos depositados receber água e o clima colaborar para a evolução do mosquito, poderemos ter novos repiques de transmissão, por isso é importante que os moradores continuem cuidando de suas casas”, alerta a biomédica.
Ao todo foram registrados 1.471 notificações de suspeita, número que é considerado fundamental para o trabalho de vigilância em saúde. A partir das suspeitas é que são desencadeadas as ações de investigação epidemiológica e demais atividades, conforme as avaliações identificadas no espaço.

SINTOMAS
Os sintomas para os casos suspeitos de dengue são: febre alta repentina, dores nas articulações, dor no fundo dos olhos e, em alguns casos, vermelhidão no corpo.
Todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Prontos Atendimentos (PAs) e Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Vetor Oeste estão aptos a fazer o diagnóstico e orientação sobre o tratamento, que deve ser repouso, hidratação e medicação para o controle dos sintomas.

V


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/em-10-dias-foram-registrados-120-novos-casos-de-dengue-em-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN