Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Em julho, calendário escolar sofre alterações

MÁRCIA MAZZEI | 30/06/2020 | 09:50

Com a aproximação do período das férias do meio do ano, coube a cada escola particular decidir como e quando adotariam a pausa, mas como muitas unidades anteciparam parte deste período de descanso, em julho a parada será de apenas 15 dias. As públicas e municipais tiveram um calendário diferenciado e anteciparam o período de férias e o recesso escolar.

O Colégio Campos Elíseos, por exemplo, antecipou o recesso entre os dias 17 e 30 de abril e o restante das férias será de 15 dias, programada para para o próximo dia 16 de julho. “Será um período fundamental para nos prepararmos para recepcionar os alunos”, comenta a diretora e mantenedora do colégio, Leandra Maia Diniz.

O mesmo deve acontecer com o Colégio Divino Salvador que em julho dará férias de 20 dias a partir do dia 13 de julho, porém 10 já foram antecipados. “Planejamos o recesso normalmente, no final de dezembro e janeiro, porém sabemos que tudo dependerá do que será contabilizado como aula dada durante o período de isolamento e pandemia. Agora na primeira semana de julho vamos finalizar o 2º bimestre com as aulas remotas, alternando entre aulas on-line e as gravadas”, adianta o diretor pedagógico do Colégio Divino Salvador, Evandro Grioles.

O NOVO SABER
Com tantas mudanças no calendário, como se adaptar a esta nova rotina e manter o rendimento? Para a estudante da 8ª ano do Ensino Fundamental, Laura Frare Mazzei, de 13 anos, foi preciso se reinventar para não desacostumar com os estudos. “Literalmente tivemos que nos reinventar. Saímos da nossa zona de conforto. Mesmo sendo uma fase difícil, nos trouxe muito aprendizado, como se adaptar a uma rotina com mais tarefas”, conta a estudante.

Este novo modelo de estudo já completa 100 dias, mas Laura admite que vive um dia de cada vez. “Anoto tudo o que tenho que fazer para não esquecer e me dou o direito de parar quando estiver sobrecarregada para poder digerir a informação. Entender exatamente tudo o que se passa e como nós estamos nos sentindo perante isso, pararmos de se cobrar tanto, nesse momento é essencial estarmos com a saúde mental sadia. Foi assim que consegui manter minhas notas”, conclui.

MUDANÇAS
O calendário escolar nas redes municipal e estadual sofreu alterações e ambas anteciparam o período de férias. Em todo o estado, mais de 150 mil professores tiveram suas férias antecipadas, assim como o período de recesso escolar, que aconteceu em março.

Nas unidades escolares do Estado, a partir do 2º bimestre, o que significa entre os dias 13 e 17 de julho, está prevista para ser aplicada a Avaliação de Aprendizagem em Processo (AAP).

Seguindo o mesmo exemplo do Estado, as unidade da rede municipal também não farão pausa neste mês de julho e seguem com as aulas normalmente.

Segundo explica a Unidade de Gestão de Educação (UGE), as férias do meio do ano, normalmente marcadas para julho, foram antecipadas para o período entre 22 de abril e 3 de maio e neste período os alunos têm entrega de tarefas aos estudantes, que estão sendo acompanhados pelos professores, de forma on-line.

No caso dos alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) as aulas on-line também foram adotadas. Para os que não têm acesso à internet, a entrega da tarefa é efetuada na escola. Já os profissionais da educação continuam participando de formações à distância.


Leia mais sobre | | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/em-julho-calendario-escolar-sofre-alteracoes/
Desenvolvido por CIJUN