Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Em meio à pandemia, máscaras se tornam hit

Kátia Appolinário | 07/05/2020 | 05:47

Com a obrigatoriedade do uso de máscaras em Jundiaí, o que deveria ser um item de proteção se tornou também um acessório de moda e de possibilidade real de renda extra. Uma alternativa para driblar a crise.

A professora Daniela Parizoto, de 41 anos, da Vila Progresso, deixou a profissão de lado a quatro anos para trabalhar com produtos personalizados, mas nunca pensou que faria máscaras durante a pandemia. “Como minhas encomendas estavam paradas, resolvi investir na produção de máscaras. Tomei essa decisão principalmente por ter uma casa e uma filha para manter”, conta, lembrando que sua mãe a ajuda com a confecção das máscaras e ela as personalizada de acordo com o pedido do cliente.


Os modelos e estampas são variados. Podem ser de super-heróis, personagens de desenho animado e até mesmo fotos pessoais. “As estampas mais escolhidas são Mulher Maravilha, caveiras, coringa, Goku e Homem Aranha, mas há infinitas possibilidades, basta o cliente escolher a imagem e me enviar o link”, ressalta Parizoto.

Quem também fez uma parceria em família para alavancar a produção de máscaras foi a costureira Alexandra Ângela dos Santos Andrade, de 42 anos, da Vila Hortolândia. “Minha irmã Adriana tem uma loja de aviamentos e por não ser considerado serviço essencial está fechada. Assim ela cede o tecido, eu costuro, e ambas lucram”, diz Alexandra.

Juntas, as irmãs já venderam mais de 400 máscaras do tipo bico de pato. Cada unidade custa R$8. Além disso, algumas pessoas também as têm procurado para comprar tecidos para confeccionarem suas próprias máscaras. “Para nós é uma renda extra e para a população é uma forma de se proteger. Assim enfrentamos juntos a pandemia”, pontua.

LOCAIS PÚBLICOS
O uso obrigatório de máscaras em locais públicos foi oficializado através do Decreto Estadual nº 64.959 divulgado na última segunda-feira (4) em coletiva de imprensa realizada pelo governador do Estado de São Paulo João Doria. O documento está disponível no Diário Oficial de terça-feira (5) e, segundo consta, a regra passa a valer hoje (7). O não cumprimento pode gerar penalidades que serão estabelecidas pelos municípios.

No Hospital São Vicente (HSV), pacientes, visitantes ou acompanhantes já não podem mais entrar no estabelecimento desprovidos do uso do equipamento de proteção individual. A medida também é válida para os Pronto Atendimentos Central, Retiro, Hortolândia, Ponte São João e Clínica Covid-19 (Vila Hortolândia).

SIGA NAS REDES SOCIAIS
DK Estamparia
Angel Star Atelier

 

 


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/em-meio-a-pandemia-mascaras-se-tornam-hit/
Desenvolvido por CIJUN