Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Em menos e cinco dias, duas motos furtadas

COLABORAÇÃO DE FELIPE CARDOSO | 24/04/2019 | 05:02

Em menos de cinco dias, duas motocicletas foram furtadas de dentro do estacionamento do supermercado Covabra, na avenida Dr. Adílson Rodrigues, Jardim Samambaia.
O primeiro caso aconteceu na última sexta-feira (19), às 10h e o segundo na manhã de ontem (23), por volta das 9h45.
Em ambos os casos, os proprietários dos veículos estacionaram dentro do supermercado, foram fazer compras e quando voltaram não encontraram mais as motos.
Em nota, o supermercado Covabra afirma que “já foram tomadas todas as providências cabíveis e está colaborando com as investigações naquilo que lhe cabe, entregando à autoridade policial tudo que lhe foi solicitado”.
Segundo a Polícia Civil do 5º Distrito Policial, no bairro Eloy Chaves – local onde foi registrado o boletim de ocorrência de furto da última moto – ainda não poderia ser divulgado nenhum tipo de informação para não comprometer o andamento da operação de identificação e busca dos suspeitos. O delegado Ruiter Martins, da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), também foi procurado para esclarecer maiores detalhes do caso mas não foi encontrado pela equipe do Jornal de Jundiaí.
“Motos geralmente são alvos fáceis de quadrilhas especializadas no crime de furto. A melhor prevenção é optar por deixá-las em estacionamentos pagos, ou com travas de segurança, mas vale lembrar que essas travas não são 100 % seguras. Outra boa ideia escolher locais onde há bastante luz ou próximos das câmeras de segurança. Este tipo de crime a polícia e forças de segurança estão monitorando para sua coibição”, alerta um policial civil.

DIREITOS
De acordo com o Procon, estabelecimentos comerciais que possuem serviço de estacionamento gratuito estão sujeitos ao Código de Defesa do Consumidor (CDC), pois mesmo que não cobre pelo serviço e não entregue comprovante, assume a obrigação de guarda do veículo, podendo ser responsabilizado por furto ou dano.
É comum a presença de placas ou cartazes que retiram a responsabilidade dos estacionamentos em relação aos veículos ou aos objetos deixados no interior dele, porém, segundo o CDC, esses avisos não têm qualquer validade e os fornecedores não podem ignorar os direitos do consumidor. O artigo 14 do CDC considera o fornecedor/estabelecimento responsável pelo dano decorrente de um serviço ofertado, assim, defende pessoas que passam por esse tipo de problema.
Em casos de estacionamentos pagos, no CDC consta que ao deixar o veículo no estacionamento, o consumidor deve receber um comprovante de entrega com a data e hora de recebimento, marca, modelo e placa do veículo; prazo de tolerância e dados da empresa. Dessa forma se estabelece a relação contratual e, no caso de ocorrência problema, o consumidor poderá reclamar com base no Código de Defesa do Consumidor.

T_COVABRA


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/em-menos-e-cinco-dias-duas-motos-furtadas/
Desenvolvido por CIJUN