Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Em uma semana, 14 novas mortes por coronavírus

Da Redação | 23/05/2020 | 15:14

Em uma semana 14 novas mortes causadas por coronavírus foram confirmadas em Jundiaí. Ainda que a maioria das vítimas tenham sido pessoas do grupo de risco, ou seja, com histórico de doenças crônicas ou idade avançada, as estatísticas têm mostrado que o vírus não escolhe sexo ou faixa etária.

Na cidade já são registrados 45 óbitos. Os dois últimos foram confirmados neste sábado (23). Ambas são mulheres, com mais de cinquenta anos. No entanto, apenas uma apresentava comorbidades. As duas foram internadas na segunda-feira (18), permaneceram sob tratamento durante uma semana, mas  não resistiram à doença.

Já incluindo as mortes, Jundiaí contabiliza 632 casos positivos. Dentre esses, 373 já se recuperaram, 170 estão se recuperando em isolamento domiciliar e outros 44 estão internados. Há ainda 87 casos suspeitos, sendo dez mortes sob investigação. No total, 275 casos já foram descartados.

O bairro mais atingido pela doença continua sendo o Jardim do Lago, com 42 ocorrências. Logo em seguida estão os bairros Anhangabaú, com 35 pessoas infectadas e o Alvorada, com 33. A rede pública de saúde está com 68% dos leitos de UTI voltados exclusivamente para pacientes com covid-19 ocupados. A rede privada, por sua vez, já atingiu 81% de ocupação geral dos leitos de UTI.

NO BRASIL
No país são registrados 341.048 casos positivos da doença. Além disso, 21.682 óbitos causados pelo vírus já foram confirmados.

O estado de São Paulo registrava até a tarde de sábado (23) 6.045 mortes pelo novo coronavírus.Também já são 80.558 casos da covid-19, registrados em 505 municípios. Desses, 236 tiveram uma ou mais vítimas fatais da doença. Desde o último domingo (17), o estado de São Paulo soma mais de 19 mil novos casos e 1.357 novos óbitos.

Há ainda 11,9 mil pacientes internados em São Paulo, sendo 4.674 em leitos de UTI e 7.242 em enfermaria. Até o momento já ocorreram 15.981 altas de pacientes que testaram positivo para a doença e foram assistidos em hospitais de São Paulo.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI reservados para atendimento exclusivo para os casos de coronavírus é de 73,7% no Estado e 89,2% na Grande São Paulo.

MORTALIDADE EM SP
Entre as vítimas fatais estão 3.558 homens e 2.487 mulheres. Os óbitos continuam concentrados em pacientes com 60 anos ou mais, totalizando 72,9% das mortes. Observando faixas etárias subdividas a cada dez anos, nota-se que a mortalidade é maior entre 70 e 79 anos (1.438 do total), seguida por 60-69 anos (1.400) e 80-89 (1.175).

Também faleceram 399 pessoas com mais de 90 anos. Fora desse grupo de idosos, há também alta mortalidade entre pessoas de 50 a 59 anos (868 do total), seguida pelas faixas de 40 a 49 (449), 30 a 39 (240), 20 a 29 (50) e 10 a 19 (17), e nove com menos de dez anos.

Os principais fatores de risco associados à mortalidade são cardiopatia (58,7% dos óbitos), diabetes mellitus (43,3%), doença neurológica (11,3%), doença renal (10,4%) e pneumopatia (9,6%). Outros fatores identificados são imunodepressão, obesidade, asma e doenças hematológica e hepática. Esses fatores de risco foram identificados em 4.883 pessoas que faleceram por covid-19 (80,3%). A relação de casos e óbitos confirmados por cidade pode ser consultada através deste link.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/em-uma-semana-14-novas-mortes-por-coronavirus/
Desenvolvido por CIJUN