Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

EMEB Candelário tem obras iniciadas nesta segunda (22)

DA REDAÇÃO | 22/04/2019 | 19:05

A maior e mais moderna Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) da rede de Jundiaí começou a ser construída nesta segunda-feira (22). A Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP) deu início à demolição do prédio atual da Emeb Joaquim Candelário de Freitas, onde será construída uma nova escola mais moderna, com três pavimentos em construção pré-fabricada, acessível e preparada com dispositivos sustentáveis para o uso de energia solar e reuso de água. O investimento total será de R$ 10,5 milhões.

Após demolição, que deve demorar cerca de 30 dias, serão realizadas as etapas de limpeza, terraplanagem e construção pré-moldada. O prédio datado da década de 1970 apresentava graves problemas estruturais. “Esta será a mais moderna escola municipal de Jundiaí. A obra é uma prova de que a Educação é prioridade em nossa gestão. Trata-se de um grande investimento em uma unidade escolar que nunca havia recebido melhorias em sua infraestrutura”, destaca o prefeito Luiz Fernando Machado. “Nós investimos quase 30% do Orçamento do Município na educação de nossas crianças a fim de prepara-las para o futuro”, completa.

De acordo com o engenheiro Carlos Alberto Ferreira de Souza, diretor do departamento de Obras Públicas da Unidade de Gestão de Infraestrutura e Serviços Públicos (UGISP), após a limpeza e demolição da área, será feita a terraplanagem, em cerca de 15 dias. “Depois terá início a locação da obra, a fundação e a montagem dos pré-moldados, que já estão em confecção. Esta primeira etapa deve ser concluída em cerca de 5 meses”, detalha.

Novo prédio
A nova unidade escolar terá 4,7 mil metros quadrados de área e contará com uma biblioteca, laboratório, auditório, 14 salas de aula e uma quadra coberta, distribuídos em três pavimentos acessíveis. Também será instalado um painel fotovoltaico para geração de energia solar. Todo o projeto está sendo desenvolvido considerando aspectos de acessibilidade.

A escola será integrada à praça localizada ao lado e contará com dispositivos sustentáveis, como iluminação em LED, preparação para recepção de energia eletrovoltaica, aquecimento solar (água) e reuso de água para limpeza de área externa. Serão implantados também dispositivos para a infiltração da água da chuva. A primeira etapa é resultado de investimento de uma contrapartida de Estudo de Impacto de Vizinhança (EIV) de empreendimento imobiliário.

Demolicao-EMEB-Candelario-de-Freitas_c_-13


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/emeb-candelario-tem-obras-iniciadas-nesta-segunda-22/
Desenvolvido por CIJUN