Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Empresários se preparam para grandes vendas pelo delivery

Thiago Batista | 06/05/2020 | 08:40

O Dia das Mães é considerado por lojistas como a segunda melhor data no ano para vendas, perdendo apenas para o Natal. Porém, por conta da quarentena imposta na cidade, em combate ao avanço do coronavírus, as lojas estão fechadas e os consumidores, em casa. Sendo assim, para evitar grandes prejuízos, empresários tiveram que mudar os rumos de seus negócios partir para vendas pelo e-commerce ou pelo delivery para impulsionar suas vendas.

Foi o caso de Renata Moreira, que recentemente precisou mudar o planejamento com a sua floricultura, a Poeme Flores (@poemeflores). A inauguração da loja física ocorreria no final de março em um shopping da cidade, mas precisou ser adiada. Diante disso, para não ficar parada, ela decidiu arriscar no mercado digital, sendo surpreendida positivamente.

Segundo ela, as vendas para entrega pelo modo delivery estão três vezes maiores do que ela esperava e, a ideia, é manter a estratégia para o Dia das Mães. “Durante todo o sábado, que antecede o dia em questão, vou preparar as flores para entregá-las a partir de 5h da manhã. Tem cliente, inclusive, que deseja que a mãe receba muito cedo, logo quando acorda”, conta a empresária de 39 anos.

Renata estima que a média do valor de compra dos clientes será de R$ 130. “Para essa logística já tratei com motoristas de aplicativo para que tudo transcorra bem com as entregas”, completou.

TELEFONE COMO ALIADO
Por meio WhatsApp muitos empresários também estão indo à luta, assim como Claus Peters, sócio-proprietário do Casarão Importados (@casaraoimportadosjundiai). Ele também tem usado o popular “zap” para impulsionar suas vendas. Segundo ele o aplicativo tem sido excelente aliado neste momento de restrições para vendas físicas.  “Os clientes estão fazendo os pedidos para gente com todos os detalhes. Eles chegam a enviar até fotos do que desejam na cesta. Existem ainda os novos consumidores, que aumentaram neste período, para os quais a gente envia o nosso catálogo”, detalha.

Para domingo, 100% das entregas serão feitas diretamente na casa das mães. A média do valor das cestas, de acordo com Peters, será entre R$ 100 e R$ 150.

E-commerce forte
O empresário Vanoil da Rocha Pereira há mais de uma década investiu forte no e-commerce com a rede de lojas Passarela (@passarela). “Fomos pioneiros neste tipo de serviço no Brasil e no momento está sendo um bom canal para gente, ainda mais com a nossa experiência”, afirma.

Para este ano, o WhatsApp vem sendo utilizado como um canal de apoio para finalização das compras. “O cliente olha no nosso site e finaliza a compra pelo aplicativo, quando conversa com um dos nossos atendentes. Para isso é bastante importante ter uma página virtual bem estruturada”, conta ele, que acredita que o ticket médio do presente será entre R$ 100 e R$ 110.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/empresarios-se-preparam-para-grandes-vendas-pelo-delivery/
Desenvolvido por CIJUN