Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Equipe do Peama vai à etapa nacional do Special Olympics

felipe torezim | 13/04/2018 | 06:37

Após garantir índice pela etapa regional da Special Olympics (Olimpíadas Especiais), em novembro de 2017, 18 atletas do Programa de Esportes e Atividades Motoras Adaptadas (Peama) – apoiado pela Prefeitura de Jundiaí – vão competir na fase nacional do torneio em Suzano, nos dias 20, 21 e 22 de abril, em três modalidades: tênis (seis esportistas inscritos), bocha (cinco) e natação (sete).

Os melhores colocados nessa etapa irão a sorteio para concorrer uma vaga na etapa mundial, em 2019, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes.

“A expectativa para essa competição é a melhor possível. Será uma boa oportunidade para eles enfrentarem pessoas de outros estados, que eles não estão acostumados”, afirma a organizadora da modalidade de tênis na Special Olympics, Maria Teresa Leitão. “Temos feito um bom trabalho e esperamos colocar, no mínimo, nove atletas na etapa mundial”, completa o diretor do Peama, Cesar Munir.

Dentre as competidoras está a tenista Ana Paula Loro, de 35 anos. Com Síndrome de Down e há 13 anos na modalidade, ela vai competir pela primeira vez fora de Jundiaí, além de estar em sua primeira participação na Special. “Espero fazer o melhor e quero ganhar experiência. Fico ansiosa e orgulhosa para representar Jundiaí e o Peama”, afirma. Mesmo estreando em grandes competições, ela já sabe como surpreender os adversários. E será utilizando a técnica do seu grande ídolo, Roger Federer. “Ele tem um saque muito potente e eu estou sacando igual a ele”, comemora.

Representante de Jundiaí na bocha, Lilian Odoni, de 43 anos, estará em família. Também com Síndrome de Down, ela fará parte da categoria de dupla unificada – quando uma pessoa com deficiência joga ao lado de outra sem – e terá sua mãe como parceira, Maria Delza Odoni, de 63. A dupla, que já foi campeã na etapa regional, vive a expectativa de repetir o feito. “Estamos ansiosas e queremos muito ganhar o campeonato nacional”, garante Lilian. “Vamos em busca do título, mas sabemos que é uma competição difícil. O importante é a superação e a satisfação de participar de campeonatos desse tamanho”, completa Maria, que começou a jogar há dois anos após tanto assistir a filha nos treinamentos do Peama.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/equipe-do-peama-vai-a-etapa-nacional-do-special-olympics/
Desenvolvido por CIJUN