Jundiaí

Escolas estaduais terão atividades sobre o combate ao crack


2014-09-19_21-55-59_1
Crédito: Reprodução/Internet

Alunos da rede estadual terão um sábado produtivo. Por meio de um projeto inédito da Secretaria de Educação do Estado, nove escolas de Jundiaí participarão de atividades educativas de prevenção ao uso do crack. Ao todo, 2,3 mil unidades paulistas participarão da ação, chamada ‘Dia D’. Na Região, incluindo as unidades de Jundiaí, serão 18 escolas.

As unidades que recebem, neste sábado (20), diversas atividades fazem parte do programa estadual Escola da Família, que existe há 11 anos como alternativa de integração entre alunos e comunidade aos sábados e domingos. Todo fim de semana, as escolas ficam abertas e propõem atividades com a família. 

Sob o tema “Vamos falar sobre o crack”, professores, alunos e familiares terão oportunidade de abordar uma realidade, muitas vezes, próxima de seus bairros. Segundo o vice-diretor da Escola Estadual Parque Residencial Almerinda Chaves, Eder Peres Campanelli, que também coordena o programa Escola da Família, a secretaria encaminha sugestões, mas cada escola adapta as atividades conforme seu próprio ambiente.

Além da Almerinda Chaves, terão atividades hoje as escolas estaduais do bairro Fazenda Grande, Professora Deolinda Coppelli S. Lima, Dr. Eloy de Miranda Chaves, Professora Joceny Villela Curado, Professora Maria de Almeida Schledorn, Professora Maria José Maia de Toledo, Paulo Mendes Silva e Alessandra Cristina R. Pezzato. O evento é aberto à comunidade e tem apoio das secretarias do Estado de Saúde e Casa Civil.


Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí deste sábado (20)


Notícias relevantes: