Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Escolas lançam sambas-enredos de olho em 2020

SIMONE DE OLIVEIRA | 20/09/2019 | 05:01

Os dias de desfiles das escolas de samba de Jundiaí ainda não foram definidos, já que os ajustes serão firmados entre a Liga das Escolas de Samba (Lijunes) e a Prefeitura nos próximos meses. Mas, enquanto isso, as agremiações se preparam lançando seus sambas-enredos, confeccionando fantasias e fazendo ensaios: tudo para deixar a escola em destaque no Carnaval 2020.

A primeira a fazer este lançamento foi a Mocidade Agapeama, que aproveitou para apresentar a nova diretoria. O prefeito e arquiteto Vasco Antônio Venchiarutti é o enredo de 2020.

A ideia partiu do presidente da escola, Wesley Cássio Soares Paixão, que estudou no colégio que leva o nome do patrono. “Estudei na Escola Técnica Vasco Antônio Venchiarutti e me dei conta de que em 2020 ele completaria 100 anos, uma grande oportunidade de prestar-lhe homenagem”, explica.

O enredo, apresentado em evento para 450 pessoas no último sábado, destacou os projetos do homenageado, entre eles, o viaduto São João e o ginásio do Bolão.

Junto com Wesley, assume a gestão ‘Paixão pela Águia’, a vice-presidente Flávia Carpi, de 29 anos, neta de um dos fundadores da escola, Ercílio Carpi. “Vasco foi uma importante figura pública na história da cidade e todos os dias muitos jundiaienses passam por suas obras”, relata Wesley.

E, se é para fazer homenagens, a Leões da Vila Hortolândia vem com um enredo em comemoração aos 15 anos de história da escola. O tema escolhido é o ‘Império Rubro Negro em Bodas de Cristal’ e um dos diretores da escola, Everson Bellato Cirino, o Metal, adianta que os ensaios oficiais começam em 20 de outubro, em sua sede, no Caxambu.

“Mesmo antes do Carnaval, a gente começa a trabalhar para que a escola tenha um diferencial na comunidade, como nossas escolinhas, que ensinam desde os instrumentos musicais aos passos de dança para o samba. É uma maneira de unir ainda mais a comunidade”, comenta Metal.

O presidente da Arco-Íris, Fernando Sodeli, comenta que apenas no dia 5 de outubro os diretores se reúnem para o lançamento do tema e, a partir daí, começam a organizar os ensaios. Mas adianta que a bateria já está sendo alinhada.

“Como nós temos 35 sambas-enredos reunidos ao longo de nossa história, conseguimos fazer os ensaios para a bateria ficar alinhada. Assim pelo menos a gente começa a trabalhar”, explica Sodeli.

No próximo ano, oito escolas desfilam, sendo cinco do Grupo Especial e três do Grupo de Acesso. A agenda das escolas pode ser conferida em suas páginas nas redes sociais.

REFOGADO
O tradicional bloco Refogado do Sandi lança seu tema no dia 17 de outubro. O ‘Causos e Cantigas’, do mestre griô Eufra Modesto, será o destaque deste ano.

A diretoria do bloco informa que decidiu inovar suas festas começando com um show de causos e cantigas, baseado na literatura de Cordel. “A cada ano tentamos inovar nossos eventos para atrair os mais diversos públicos e agradar a galera refoguense, que é bastante exigente. Por isso, temos certeza que o ‘Eufra’ vai brilhar muito com seu show, que é pura cultura, baseado nos contos de Cordel”, confere a diretora Gisela Vieira, lembrando que no último Carnaval o bloco fez parceria com as baterias das escola e foi sucesso de público e crítica.


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/escolas-lancam-sambas-enredos-de-olho-em-2020/
Desenvolvido por CIJUN