Jundiaí

Estudo da FMJ revela presença de vermes em cédulas


2014-09-18_20-35-04_1
Crédito: Reprodução/Internet

Durante um ano, as alunas Jacqueline Kurashima e Susy Gaiuri, da Faculdade de Medicina de Jundiaí (FMJ), pesquisaram cédulas de dinheiro e descobriram a presença de vermes nas notas de valor menor. Pelo menos quatro tipos de vermes foram encontrados nas 190 cédulas de dinheiro coletadas em padarias, feiras livres, ambulantes, lanchonetes e restaurantes de diversos bairros da cidade. 

As notas encontradas em lanchonetes foram as que apresentaram o maior nível de contaminação e foram encontrados ovos ascaris lumbricóides (lumbriga), trichuris trichuira, cistos de amebas e larva nematóide. 

A orientadora do projeto de iniciação científica da FMJ, a professora Maria das Graças Evangelista, diz que as cédulas de menor valor apresentaram maior índice de contaminação. E ela alerta para o perigo de doenças.

Mais informações na edição impressa do Jornal de Jundiaí desta sexta-feira (19)


Notícias relevantes: