Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Falta de chuvas já preocupa abastecimento no Estado; em Jundiaí, DAE já capta água do Rio Atibaia

VINÍCIUS SCARTON | 07/07/2018 | 11:00

A baixa incidência de chuvas tem gerado preocupações e alertado para uma nova crise hídrica em virtude da queda do volume de água nas represas pelo estado de São Paulo. Em Jundiaí, para garantir a reserva da represa dentro dos níveis operacionais, a DAE está captando água do rio Atibaia. Desde o início do mês de junho, as represas do Sistema Cantareira, por exemplo, através do principal reservatório da Grande São Paulo, perdeu 3,6% do volume de água. De acordo com a Sabesp, o volume útil armazenado no manancial, que estava em 453,5 milhões de metros cúbicos na medição feita no primeiro dia de junho, chegou no fim do mês a 437,1 milhões se desconsiderada a reserva técnica (volume morto). O sistema está operando com 44,5% da reserva útil total – sem considerar a reserva técnica -, abaixo dos 46,2% do início do mês, informa a Sabesp. A incidência de chuvas nos mananciais atingiu até o final de junho, 31% da média histórica do mês.

CLIQUE AQUI E LEIA OUTRAS NOTÍCIAS SOBRE JUNDIAÍ

SEM RACIONAMENTO
Questionada sobre o nível da represa de Jundiaí, a assessoria de imprensa da DAE informa que a reserva de água está dentro dos índices operacionais e que, até o momento, não há alertas para racionamento no município. Entretanto, ressalta que, no momento, quatro bombas que fazem a reversão do rio Atibaia estão ligadas. “A captação do Atibaia foi conquistada pela DAE na década de 1970 e a outorga, que tem validade de dez anos, foi renovada em 2017. A reversão garante que o nível operacional da represa de acumulação seja mantido.”

A empresa informa ainda que o nível de água na represa de acumulação, localizada no Parque da Cidade, está mais baixo em função das obras no vertedouro, que têm o objetivo de ampliar em 12% a capacidade de reserva. A DAE reforça o uso consciente da água e orienta à população, a fim de adotar novos hábitos no dia a dia, como tomar banhos de até cinco minutos, escovar os dentes com a torneira fechada, checar vazamentos, não descartar itens como papel higiênico, absorventes ou cigarro no vaso sanitário, retirar os restos de comida antes de lavar a louça, varrer a calçada ao invés de usar a mangueira, utilizar um regador para molhar as plantas e evitar lavar o carro.

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/falta-de-chuvas-ja-preocupa-abastecimento-no-estado-em-jundiai-dae-ja-capta-agua-do-rio-atibaia/
Desenvolvido por CIJUN