Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Família Gonella é a 785ª homenageada no Itália Canta

DA REDAÇÃO | 22/03/2018 | 21:39

A chegada da família Gonella no Brasil se deu com Desiderio Gonella e sua esposa Paschôa Sericco, por volta de 1890. Quando chegaram depois de passar pela casa da imigração em São Paulo, foram trazidos para Jundiaí no bairro Caguaçu. Em Jundiaí, o Sr. Desiderio adquiriu um sítio com aproximadamente 100 alqueires, onde plantava de tudo. Toda a família comercializava os produtos para ter uma renda extra. Tiveram 7 filhos: Antonio, Pedro, Nestor, Regina, Maneto, Maria e Nando.  A família Gonella ficou neste sítio por 50 anos. Com o crescimento dos filhos, cada um foi construindo sua própria família. Antonio, Pedro, Nestor e Regina se estabeleceram no bairro da Vila Rami, enquanto que Maneto e Maria foram morar em Salto e Nando foi para São Paulo.

Antonio casou-se com Antonia Menegatti, também de família tradicional italiana, e dessa união tiveram 4 filhos: Mario, Angelin, Amelia e Genovena. Em 1930, Antonia Menegatti veio a falecer e Antonio se casou novamente com Catarina Gensesini, que também era viúva e tinha um filho do primeiro casamento. Dessa nova união nasceram mais 5 filhos: Antonia, Pascoa, Orlando, Maria Tereza e Armelinda. Mario era casado com Maria Antonia Rezaghi e tiveram dois filhos: Laercio casado com Bernadete Wurzbacher e Valdir casado com Maria Aparecida dos Santos. Mario quando deixou o sitio, foi trabalhar como motorista da fábrica Cidamar na Vila Rami e posteriormente na Vigoreli e Sifco do Brasil onde conseguiu se aposentar. Laercio, se formou como técnico em contabilidade e ciências econômicas. Casou-se com Bernadete e tiveram três filhos: Thiago Rafael que é formado em informática e casado com Tatiana Rigoleto, Livia Helena formada em direito e Felipe Adolfo formado em logística.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/familia-gonella-e-a-785a-homenageada-no-italia-canta/
Desenvolvido por CIJUN