Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Fios Encantados se solidifica como Associação Beneficente

DA REDAÇÃO | 23/04/2019 | 05:03

No dia 24 de abril de 2018, um grupo de mulheres se reuniu num pequena sala da Unidade de Saúde da Vila rami para conhecer a proposta da corretora Mara Gisele Pereira. Ela pretendia criar aqui em Jundiaí um projeto que confeccionasse toucas e perucas em lã de personagens infantis para crianças e adolescentes em tratamento de câncer. Ainda sem saber se conseguiria quem fizesse o crochê – técnica que Mara nunca dominou –, ela estava iniciando nesse dia uma nova ONG que se solidificaria em menos de um ano.
Atualmente, já são 3.500 toucas e perucas doadas, entregues a pacientes atendidos não apenas em Jundiaí, mas também em Campinas, Sorocaba, São José dos Campos, São Paulo, Ribeirão Preto, Bauru, Jaú, Botucatu, Pederneiras, Brodowski e Belo Horizonte, sem mencionar as pessoas de outras partes do Brasil que receberam suas toucas por correio.
Hoje, Fios Encantados é uma Associação Beneficente sem fins lucrativos, que já busca seu reconhecimento como ONG. Ganhou visibilidade nacional durante a participação de Mara no quadro The Wall, do Caldeirão do Huck, e tem mais de 12 mil seguidores no Instagram e 15 mil no Facebook. “O mais importante é que nunca perdemos nossa essência, nossa missão, que é colocar muito amor em tudo que fazemos. Cada pequeno ponto numa touca é feito com muita atenção, visualizando que a criança ou adolescente que vai receber tenha bons momentos com aquela peça e que, mais do que auto-estima elevada, possa se sentir querido e importante”, comenta a hoje presidente da Associação.
O grupo se tornou tão unido que tem realizado outras ações sociais, como ajudar famílias que estão necessitando de alimentação, roupas ou alguma atenção especial. “O segredo é não fechar os olhos para quem está precisando”, complementa Mara. Desta forma, familiares de crianças em tratamento também acabam sendo atendidos, bem como as casas de apoio onde se verifica a necessidade de alimentos ou de mais alguma ajuda. Além disso, entre as próprias voluntárias há muita troca de informações e como muitas são envolvidas com outras ações sociais, criou-se uma grande rede de solidariedade, como aconteceu no cadastro de doadores de Medula Óssea em Jundiaí.
“Fazemos toucas e sapatinhos de crochê também para os idosos que estão atendidos em asilos e fazemos questão de entregar pessoalmente, levando um abraço e uma palavra de carinho”, relata Mara, que reconhece o empenho de todos os voluntário e agradece a colaboração da comunidade jundiaiense.

T_fiosencantados


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/fios-encantados-se-solidifica-como-associacao-beneficente/
Desenvolvido por CIJUN