Jundiaí

FIS Brasil: Funcionários protestam contra falta de medidas


T_fidelity
Crédito: Reprodução/Internet
Funcionários da FIS Brasil protestaram ontem contra a direção que não estava tomando medidas para prevenção dos funcionários, em razão da pandemia do coronavírus (covid-19). Os trabalhadores ameaçaram entrar em greve, porém, após uma reunião foi firmado um acordo entre as partes e que começa a valer a partir de segunda (23). Entre as principais queixas, estavam o problema da aglomeração de funcionários em único espaço e a não liberação de mulheres grávidas ou com filhos pequenos do serviço. Segundo funcionários ouvidos pela reportagem do Jornal de Jundiaí, após a reunião entre as partes, as reivindicações foram aceitas. Outra questão atendida pela direção é de manter os funcionários trabalhando em Jundiaí, pois se temia uma transferência para Barueri. Procurado, o Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Telecomunicações e Operadores de Mesas Telefônicas no Estado de São Paulo (Sintetel) informou que passou uma série de recomendações a todas as empresas, mas que não pode interferir dentro da política de cada instituição e nem pode realizar assembleias. Em nota, a Prefeitura de Jundiaí esclareceu que os estabelecimentos deverão observar as orientações do Ministério da Saúde para evitar aglomerações e está em diálogo direto com setores para avaliar as necessidades e ressaltar a importância das medidas preventivas. Até o fechamento a empresa não respondeu aos questionamentos da reportagem.

Notícias relevantes: