Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Frio intensifica a operação ‘Noites Frias’ nas ruas da cidade

DA REDAÇÃO | 06/06/2019 | 08:14

A semana foi marcada por baixas temperaturas, principalmente na madrugada. E com o frio aumenta a preocupação com os moradores de rua. No mês passado a Unidade de Gestão de Assistência e Desenvolvimento Social (UGADS) deu início a operação “Noites Frias” na cidade. E desde então foram cinco as noites não consecutivas em que as temperaturas atingiram níveis inferiores aos 13°C, conforme estabelecido para a instalação da operação e 250 os pernoites nas entidades contratadas: Casa de Passagem (SOS), Serviço Especializado de Abordagem Social (SOS) e Abrigos (CTEC e Casa Santa Marta).

As ações são voltadas à população em situação de rua e visam a proteção dos mais vulneráveis durante este período do ano em que as temperaturas atingem os níveis mais baixos. Nesse período, é intensificado o trabalho que a rede de atendimento já faz o ano todo pela busca ativa pelas ruas em locais onde costumeiramente há a concentração de pessoas em situação de rua.

O atendimento é concentrado no Centro Pop (rua Marechal Deodoro da Fonseca, 504, Centro), onde o atendido tem suas necessidades supridas e é encaminhado para os demais serviços da rede socioassistencial. De lá, são encaminhados para abrigamentos noturnos nas entidades parceiras da prefeitura.

Segundo a UGADS, o pernoite nas entidades contratadas tem ampliação em cerca de 50% das vagas oferecidas, sem custos aos cofres municipais. “Na manhã seguinte ao pernoite, havendo a indicação de contatos de parentes ou responsáveis, e tendo obtido a garantia de recepção, também são oferecidos recâmbios para o local de origem”, afirma a unidade, em nota.

Diferente dos anos anteriores, em que se levava em conta o período do ano e não a temperatura registrada, neste ano optou-se também por antecipar o encaminhamento dos atendidos aos abrigos já para o período da tarde, não durante à noite como era feito anteriormente, de modo a evitar as temperaturas mais baixas da noite e antecipar o fornecimento de alimentação.

Doações
De acordo com Renata Carvalho, assistente social da Casa de Passagem (SOS), com a queda da temperatura registrada nas últimas semanas, o movimento tem aumentado na entidade e, consequentemente, a necessidade de doações também cresce. “Doações sempre são bem-vindas, mas estamos precisando de roupas masculinas”, revela Renata.

Apesar da necessidade de doações voltadas para o público masculino, a assistente também conta que materiais para higiene pessoal são importantes e necessários, além de produtos voltados para a limpeza do local.

Durante os meses de maio a setembro deste ano, o público atendido pela Casa será, exclusivamente, o masculino. As mulheres estão sendo enviadas para abrigos parceiros da prefeitura na cidade.

Todo cidadão pode acionar, das 7h às 22h, o serviço especializado da abordagem social por meio do telefone (11) 98531-0146, caso identificar indivíduo em situação de rua, e o Samu (192), para casos em que houver evidentes problemas de saúde ou de uso de substâncias entorpecentes. O serviço desloca-se até o local e oferece o transporte, mas havendo resistência, oferece cobertores e roupas de frio.

Ao longo do ano, o Centro Pop também recebe doações de alimentos, roupas e itens de higiene e limpeza.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/frio-intensifica-a-operacao-noites-frias-nas-ruas-da-cidade/
Desenvolvido por CIJUN