Jundiaí

Em casos de covid-19, caixões serão lacrados

Os cuidados tomados em funerárias e cemitérios também tiveram que ser redobrados diante da pandemia que o mundo enfrenta. De acordo com o Serviço Funerário Municipal, todas as medidas de precaução têm sido tomadas a partir das orientações encaminhadas pelo Departamento de Vigilância em Saúde Municipal, que acompanha o Decreto Nº 28.920, que trata sobre as determinações definidas pelo Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus (CEC). De acordo com a Vigilância Epidemiológica, em casos de óbitos por síndrome respiratória aguda grave (ainda que não seja identificado o coronavírus), definiu-se por adotar o protocolo de caixões lacrados, sem a realização de velórios, com a urna funerária sendo levada direto para o sepultamento, cuja presença deverá ter número reduzido de pessoas. Quanto aos familiares e demais comunicantes da pessoa falecida, caso seja constatado a positividade ou suspeita da doença, todos já são notificados pelas próprias autoridades médicas a permanecer em casa e, mediante a necessidade de deixar o isolamento, utilizar máscaras para evitar a transmissão do vírus para outras pessoas. Sobre disponibilidade de jazigos, o Cemitério Nossa Senhora do Montenegro possui columbários e jazigos novos (cuja venda é condicionada à inumação imediata, ou seja, só pode ser vendido para o sepultamento no dia), caso as famílias não possuam concessões em um dos cemitérios públicos ou particulares de Jundiaí. O contexto também deixa evidente que nem todas as pessoas possuem o privilégio de se manterem em isolamento. Os agentes funerários, por exemplo, exercem um papel essencial na sociedade, e por conta disso, não podem ter seu trabalho pausado. É o caso de Alexandre Ruiz, de 49 anos, que trabalha em uma funerária particular em Jundiaí. "Recebemos instruções para reforçar a utilização de equipamentos de proteção individual, como por exemplo usar jalecos, toucas, óculos, luvas e sapatos até mesmo para adentrarmos o IML", ressalta. CEMITÉRIOS FECHADOS A partir deste sábado (21), os dois cemitérios públicos municipais, Nossa Senhora do Desterro e Nossa Senhora do Montenegro, permanecerão fechados para visitação do público. “Estamos seguindo rigorosamente todas as orientações vindas do Comitê de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus, que definiu pelo fechamento de locais onde possam haver maior concentração de público”, explicou a superintendente da Fumas, Solange Marques, que também responde pela administração do Serviço Funerário Municipal. E completa. “Até por ser o cemitério um local onde a frequência de visitantes é maior entre pessoas acima de 60 anos, só vamos permitir a entrada de público nos momentos de sepultamentos”, confirma. Além disso, desde a última terça-feira (17), só é permitido um número máximo de 10 pessoas por vez.  

Notícias relevantes: