Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Geladinhos gourmets trazem o sabor da infância de volta

SIMONE DE OLIVEIRA | 23/12/2018 | 05:05

Geladinho, sacolé, chupe-chupe. O que não faltam são versões Brasil a fora para definir aquele saquinho gelado com uma bebida dentro e que há várias gerações tem feito a alegria de crianças e adultos. Mas agora esta sobremesa se sofisticou e recebeu novas versões, o que dá a ele uma característica diferente: nasce o estilo gourmet, a sensação do momento.

E quem optou em fabricá-lo já está sentindo o resultado, principalmente financeiro. A pensionista Maria Aparecida dos Santos Arruda, de 59 anos, fabrica geladinho há 20 anos, mas conta que naquela época os tradicionais eram feito à base de água, o que gerava um suco congelado, agora o leite faz toda diferença.

Começou fazendo para a família, mas a vizinhança não resistiu e os pedidos começaram a chegar. Apesar de ter dado uma pausa para criar os filhos, há dois anos voltou com tudo: hoje os geladinhos são responsáveis por boa parte do orçamento da casa. “Eu tive que aprimorar e adaptar os sabores e agora a maioria é à base de leite, mas o carro-chefe é o chocolate suíço, que tem leite em pó e leite condensado”, conta com orgulho.

Ela não sabe precisar quantas unidades vende por semana, mas cobrando cada unidade a R$ 1 consegue faturar, em média, R$ 25 por dia, o que significa R$ 125 só durante a semana. “Agora com este calor com certeza as vendas aumentam mais. Como é um complemento da minha renda, a saída é muito boa, mas ainda continuo fazendo alguns tradicionais, como limão e uva que são mais refrescantes.”

E se para dona Maria o geladinho completa a renda, para as primas Gisele Ferrari da Silva, de 29 anos, e Adriana Toledo Dias, de 33 anos, a confecção da sobremesa gourmet já virou um trabalho. Gisele conta que há dois anos começou vendendo os tradicionais, porém com a doença da mãe teve que dar uma pausa. Como a prima passava pelo mesmo problema com a mãe doente e, consequentemente com o falecimento de ambas, as primas resolveram fazer algo juntas. Nascia assim uma parceria de sucesso.

“O gourmet foi escolhido porque dá mais sabor ao produto. Quando falamos em gourmet estamos falando em misturar o leite, o leite em pó ou o condensado e ai criar as versões, o que dá mais cremosidade ao produto.” Da criação das duas já nasceram sabores improváveis para um geladinho, como churros, paçoca, musse, negresco, sensação (morango e avelã) e até de nutela.

“Fazemos nossa propaganda em diferentes meios e temos conseguido bons resultados. É uma sobremesa diferente porque não apenas chupar um sorvete é sentir o sabor até final, sem ficar aquele gelo que a gente tava acostumado antigamente”, diz Gisele.

Foto: Rui Carlos

Foto: Rui Carlos


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/geladinhos-gourmets-trazem-o-sabor-da-infancia-de-volta/
Desenvolvido por CIJUN