Jundiaí

Geresol inicia novas adequações

GERESOL GERENCIADOR DE RESIDUOS SOLIDOS
Crédito: Reprodução/Internet
Na manhã do último sábado (30), um incêncio atingiu o Centro de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (Geresol) de Jundiaí. Foi o terceiro acidente registrado no local nos últimos dois meses, sendo um deles com vítima fatal. O fogo atingiu a área onde ficam armazenados galhos secos recolhidos nas ruas da cidade e, segundo o tenente-coronel Eli Tavares, comandante do 19º Grupamento do Corpo de Bombeiros de Jundiaí, o Geresol ainda não renovou o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB), documento emitido pelo próprio Corpo de Bombeiros da Polícia Militar certificando que o local possui as condições de segurança contra incêndio. Em nota, a Prefeitura de Jundiaí declarou que “o espaço está em processo de renovação de licença de operação, que é feita a cada três anos .” A Prefeitura declarou que a provável causa do incêndio foi a queda de um balão e que não causou danos ao local. “Temos brigada de incêndio própria, aceiros (áreas limpas para evitar o alastramento do fogo) além de ser isolada da planta. O fogo foi cessado em cinco horas, não causando qualquer prejuízo ao trabalho diário do espaço”. Outro ponto destacado pela Prefeitura foi que após o incêndio ser totalmente controlado, o conscórcio responsável pelo atendimento de limpeza iniciou o processo e adotou as medidas indicadas pelos técnicos para melhorias no espaço. “Já iniciaram os processos de instalação de grades e pintura de solo para a orientação dos motoristas de caminhões”. Acidentes No dia 18 de fevereiro de 2019, um homem de 41 anos, motorista de caminhão, ficou ferido após o veículo cair de uma altura de aproximadamente cinco metros e ficar “de cabeça para baixo”, com os pneus para cima e a cabine amassada. O acidente aconteceu após o motorista perder o controle do caminhão na hora de manobrar para descarregar o lixo na caçamba. O Corpo de Bombeiros socorreu o motorista, que foi encaminhado para um hospital particular da cidade se queixando de dores no peito. No segundo acidente, ocorrido dia 5 de março de 2019, um motorista de caminhão morreu após se desequilibrar ao descer do veículo e cair do mesmo local de aproximadamente cinco metros de altura. Após o incêndio da manhã deste último sábado (30), a Prefeitura de Jundiaí comentou sobre os três casos ocorridos no Geresol. “É importante frisar que os acidentes registrados anteriormente não possuem qualquer relação e estão em processo de instrução processual por parte do Centro de Referência e Saúde do Trabalhador (Cerest)”. GERESOL  GERENCIADOR DE RESIDUOS SOLIDOS

Notícias relevantes: