Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Grupos se unem para oferecer um Natal encantado

SIMONE DE OLIVEIRA | 25/11/2018 | 07:00

Sozinhos ou unidos a outras pessoas, os corações mais solidários já começam a se mobilizar para arrecadar itens para compor cestas de Natal, sacolinhas de presentes ou até mesmo ceias para pessoas carentes.

Um dos casos é dos amigos Diego Spinucci, de 33 anos, e Caio Orfanelli, de 31 anos, do projeto FutSol. Há 10 anos jogando futebol com um grupo de amigos, eles resolveram ajudar pessoas mais necessitadas. Em 2016, o grupo formado por sete pessoas começou os trabalhos de arrecadação e doação de produtos. “Este ano a ação beneficiará 200 famílias com cestas básicas. Em virtude da demanda de doações atenderemos diversos lugares, mas até dia 15 de dezembro faremos a doação para a ACAI (Associação de Combate a AIDS Infantil). Já entre os dias 22 e 24 de dezembro atenderemos a grupos de famílias carentes no bairro do Jd. Novo Horizonte, São Camilo e Rio Acima”, adianta Diego.

Para ele, ver as pessoas recebendo as cestas é um sentimento de emoção unido a gratidão. “Como nosso propósito é garantir um Natal feliz, as nossas cestas são elaboradas pensando em uma ceia saborosa para dois dias. Na verdade, sempre incluímos ingredientes que permitam que essas famílias consigam ter refeições por alguns dias a mais. A sensação de olhar em seus olhos e ver o brilho pela oportunidade de ter uma ceia junto com seus familiares é algo que todo ano mexe com a gente”, declara.

A empresária Selma Moreto Lentos, de 47 anos, se uniu ao professor de corte e costura, Antônio Lima, de 36 anos, para ajudar moradores do Vetor Oeste da cidade. Ela conta que o conheceu durante um curso de panificação e ficou sabendo que ele precisava de ajuda para realizar a festa das crianças em situação de vulnerabilidade daquela região. Se encantou com o trabalho e resolveu se juntar ao grupo.

“A festa consiste em dar a estas crianças um dia feliz com presentes e comidinhas gostosas. São famílias com todo tipo de necessidade e muitos pais com problemas de alcoolismo e drogas e, para tentar resgatá-los das ruas e para que estas crianças não sejam recolhidas pelo Conselho Tutelar, nos reunimos para arranjar os tutores oferecendo, por exemplo, cursos profissionalizantes”, explica Selma.

Ela conta que o grupo começou ajudando 70 pessoas e hoje já são 256 que recebem de seus padrinhos desde roupa, calçado, brinquedo e até panetone. “Das 256 sacolinhas, 170 são doadas por duas grandes empresas da Região com a presença do Papai Noel. Além disto preparamos comidinhas como cachorro-quente, pipoca, batata frita, algodão doce, bolos e refrigerantes”, conta orgulhosa.

Este ano a festa será no dia 22 de dezembro e o grupo já conseguiu os itens necessários para as sacolinhas e já agradece àqueles que contribuíram este ano. “O sentimento é de união e gratidão por ajudar. Apesar da crise, as pessoas se preocupam com o próximo.”

COM O CORAÇÃO

Aos 59 anos, Maria da Graça está prestes a comemorar 15 anos de vida solidária. Primeiro começou com a entrega de balas e de pirulitos. Depois ajudou os vizinhos com brinquedos e roupas usadas e, como viu o trabalho crescendo, resolveu abrir uma associação, o “Amigos em Ação”. A partir daí, o trabalho cresceu assim como a quantidade de crianças beneficiadas.

“Com a associação começamos receber brinquedos novos. Cada ano que passa aumenta mais o número de crianças. Hoje estamos com 195 do Novo Horizonte e 164 do Jardim Tulipas, mas até agora temos apenas 135 montadas.”

Ela espera que até a entrega em dezembro consiga montar todas as sacolinhas para que ninguém fique desamparado. “Tudo que não tive condições de dar aos meus filhos hoje, com ajuda das pessoas, posso dar para outras crianças.”

Há 12 anos nascia em Várzea Paulista o projeto Natal Solidário com o propósito de arrecadar, preparar e entregar presentes e doces apenas para as crianças carentes da Vila Popular. Um dos coordenadores, Alexandre Rodrigo da Silva, diz que ao passar dos anos mais pessoas se interessaram em fazer parte do projeto e por isso foi possível ampliar a entrega de presentes e doces para outros bairros.

“Em todos estes anos tenho sido o Papai Noel na entrega dos presentes que ocorre sempre dia 25 de dezembro. O dia é especial porque é um momento de dedicação e trabalho, porém por meio de cada criança e família que chegam até nós todo esforço é recompensado. É muito gratificante ver a empolgação e seus olhinhos brilhando.”

O projeto precisa de brinquedos novos e usados em bom estado e também doces diversos (balas, pirulitos, chicletes etc.)

SERVIÇO

3 FutSol: As doações poderão ser realizadas até o dia 7 de dezembro. Basta entrar em contato por meio do instagram (@fut.sol) ou pelo telefone 97103-4043 (Diego Spinucci)
3 Amigos em Ação: Maria da Graça – 96851-7075;
3 Natal Solidário: 99894-7920 (Alexandre); 99677-5575 (Anderson Tokinho); 96829-1483 (Eloísa) e 99928-1415 (Michele).

 

 

 

 


Leia mais sobre | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/grupos-se-unem-para-oferecer-um-natal-encantado/
Desenvolvido por CIJUN