Jundiaí

Hospital Universitário faz 1ª edição do Expo Canguru no dia 17


T_nene
Crédito: Reprodução/Internet
Consegue imaginar um bebê pesando menos de 750 gramas? São 340 mil nascimentos de prematuros no Brasil todos os anos, 11,5% do total de nascidos. O percentual está acima da média mundial de 10%, segundo a Pesquisa Nascer no Brasil – Fiocruz 2016. O dia 17 de novembro é lembrado como o Dia Mundial da Prematuridade e, por essa razão, foi instituído o ‘Novembro Roxo’. São quatro semanas durante as quais hospitais e órgãos de saúde do Brasil se mobilizam em campanhas que visam reduzir o número de bebês prematuros. No Hospital Universitário são 22 bebês por mês, ou 7% dos nascidos. Classifica-se como bebê prematuro quando não atinge as 40 semanas de gestação e nasce com 37 semanas ou menos. Quando os bebês nascem com estas características, são prontamente atendidos na UTI Neonatal da Instituição. Por conta do Dia da Prematuridade, o HU vai fazer, a partir de 18 de novembro, para seus colaboradores, a 1ª Expo Canguru. Serão cinco dias de feira, em que serão montadas estações com leitos de unidade de terapia intensiva neonatal e demonstrado as fases do método Canguru da instituição (‘momento psiu’, banho de sol, contato pele a pele, entre outros). De acordo com a enfermeira da UTI Neonatal, Cristiani Pavani Bini, o método Canguru é um modelo de assistência ao recém-nascido prematuro e sua família, internado na Unidade de Tratamento Intensivo Neonatal, voltado para o cuidado humanizado que reúne estratégias de intervenção biopsicossocial. O evento vai ocorrer até dia 22, a partir das 8 horas, na instituição.

Notícias relevantes: