Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Imunização contra o sarampo chega a quase 100% na região

Thiago Avallone | 02/11/2019 | 05:00

Os casos de sarampo no estado de São Paulo chegaram a 10.620 neste ano, de acordo com balanço da Secretaria da Saúde estadual. Mais da metade dos casos ocorreram na capital paulista. Já o Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ) tem 90 casos confirmados segundo a última atualização, mas constata bons números quanto à imunização. Ao todo, as cidades vacinaram 3175 crianças e praticamente todas bateram ou estiveram muito próximos de atingir os 100% de vacinados.

Em Jundiaí, compareceram 2915 crianças de 6 meses a 5 anos. De acordo com os dados contabilizados pela Vigilância Epidemiológica (VÊ), 1005 crianças receberam a vacina tríplice viral.

A maioria dos vacinados está na faixa etária de 1 ano (535 crianças) e entre 6 e 11 meses (418 crianças). As crianças menores de 5 anos possuem índice de vacinação de 100% da população em seus respectivos anos de nascimento.

A importância e atenção dos pais e responsáveis deve ser para os bebês menores de um ano, que passaram a ser vacinados a partir dos 6 meses. Neste público em específico, Jundiaí conta com 86% de cobertura.

É importante observar que para a Campanha Seletiva de Vacinação contra o Sarampo, entre os dias 7 e 25 de outubro, o Ministério da Saúde não estabeleceu meta, uma vez que o município está com a cobertura satisfatória. A ação também foi uma chamada para validação de carteiras de vacinação do público entre 6 meses e menores de 5 anos.

A Vigilância Epidemiológica de Várzea Paulista informa que, do início da campanha seletiva de vacinação contra sarampo até ontem (31), do público que é foco da campanha (crianças de 6 meses a menores de 5 anos), 2132 crianças estiveram presentes nas Unidades Básicas de Saúde para a vacinação e apenas 430 não estavam com as doses em dia e precisaram ser vacinadas.

Em Campo Limpo Paulista, a primeira etapa de vacinação contra o sarampo (de 8 a 25 de outubro) imunizou 220 crianças de seis meses a 4 anos, 11 meses e 29 dias. A segunda etapa será de 18 a 30 de novembro, com o ‘Dia D’ em 30 de novembro (sábado), das 8 às 17 horas. Serão vacinados adultos de 20 a 29 anos de idade. No município, foram registrados até o momento 13 casos positivos de sarampo.

Em Itupeva, a meta era avaliar 3.425 crianças residentes na cidade, na faixa etária de seis meses até 4 anos. Até outubro, todas as carteiras foram avaliadas e foram aplicadas 1.337 doses da vacina tríplice viral, sendo 1.325 doses em crianças de 6 meses até um ano e 12 doses em crianças de 2 a 4 anos.

A Prefeitura de Cabreúva informa que compareceram aos postos de Saúde 770 crianças e, entre elas, 183 não estavam com a carteirinha em dia e precisaram ser vacinadas contra o sarampo.

A Vigilância Epidemiológica estima que, para a faixa etária indicada na campanha, a cobertura no município tenha atingido quase 100%. Foram confirmados três casos da doença e dois deles são importados de outra cidade.

Até ontem (1), 13 pessoas morreram em decorrência de complicações da doença. O Centro de Vigilância Epidemiológica estadual faz monitoramento contínuo da circulação do vírus, registrando 8.189 casos confirmados laboratorialmente e mais 2.431 casos confirmados com base no critério clínico-epidemiológico, ou seja, em sintomas e avaliação médica.

O Ministério da Saúde recomenda que o estado continue aplicando vacina em bebês com idade entre 6 meses e 12 meses. Esta faixa etária representa 15,4% do total de casos registrados no estado e é considerada a mais vulnerável a casos graves e óbitos.

A segunda fase da campanha de vacinação contra o sarampo será entre 18 e 30 de novembro com foco em jovens de 20 a 29 anos. Os jovens poderão receber a dose da tríplice ou da dupla viral (sarampo e rubéola), de acordo com a indicação do profissional de saúde.

A Secretaria da Saúde mantém a ressalva de que a vacina é contraindicada para bebês com menos de 6 meses. A recomendação para quem tem crianças nessa faixa etária é evitar exposição a aglomerações e manter higienização e ventilação adequadas onde o bebê permanece.

 


Leia mais sobre | |
Thiago Avallone
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/imunizacao-contra-o-sarampo-chega-a-quase-100-na-regiao/
Desenvolvido por CIJUN