Jundiaí

Inclusão é uma das marcas da 1ª Corrida das Crianças

T_criançacorrida
Crédito: Reprodução/Internet
A pista de Atletismo do Complexo Educacional, Cultural e Esportivo (CECE) Dr Nicolino de Luca, o Bolão, receberá, no domingo (19), a partir das 8h, a Corrida das Crianças, realizada pela Prefeitura de Jundiaí e organizada pela Unidade de Gestão de Esporte e Lazer (UGEL). Além do foco na difusão do esporte para a criança, o evento também marca a inclusão. Dos 500 participantes, vários inscritos são crianças com deficiência. O evento é uma das atividades que o Município desenvolve direcionadas para a aplicação das políticas públicas da criança na cidade. Jundiaí é a primeira cidade do Estado a integrar a Rede Latino Americana - Projeto Cidade das Crianças e segundo no País, logo após Boa Vista (Roraima). O espaço do Bolão, além da prova esportiva, ainda receberá atividades para toda a família. A corrida é o tema principal, mas ainda haverá apresentação de atividades esportivas como atletismo, badminton, basquete, futebol, tênis, vôlei, além de jogos como queimada e brincadeiras. Os 'food trucks' estarão disponíveis para atender a população com lanches, sucos e outros petiscos, a preços competitivos. Vitor Michelotto tem apenas 4 anos e irá participar, pela primeira vez de uma corrida. O garoto, apesar de a gestação ter transcorrido sem qualquer intercorrência, sofreu epóxia antes de nascer - falta de oxigenação no cérebro causada pela aspiração de mecônio -, o que resultou em paralisia cerebral em grau 5. Apesar de ter a mobilidade comprometida, interage, sorri e se comunica com o olhar. "O Vitor é a minha vida. Desde os 8 meses ele está em uma escolinha por orientação das psicólogas e terapeutas, para a estimulação ao desenvolvimento. Ele adora participar e interagir com as crianças. Conseguimos, a partir de doação, um aparelho para que ele fique em pé, e se movimente com o apoio do corpo de um adulto. É desta forma que ele irá participar da corrida", conta a mãe, Andrea Fazan, 34 anos. A iniciativa da mãe em participar da Corrida das Crianças é incentivar a inclusão e a participação de mais crianças com mobilidade reduzida. "Acredito que a corrida será uma atividade muito importante, marcante para todas as crianças que irão participar e para suas famílias, já que mobiliza a sociedade com atividades direcionadas para o bem-estar, qualidade de vida, prática de atividade física e hábitos saudáveis", comenta a mãe, que inclui o filho em todas as atividades e brincadeiras para as crianças de sua idade. Oportunidade "A Corrida das Crianças é uma atividade pioneira em Jundiaí, elaborada para dar oportunidade ao acesso da criança ao esporte na cidade, de forma equânime, sem restrições sociais, físicas ou intelectuais. É uma corrida para todas as crianças", ressalta o assessor da UGEL, Felipe Cunha. Também educador físico, Cunha destaca a importância da atividade física como ferramenta de desenvolvimento das crianças. "É natural ao crescimento do ser humano, o sentar, se equilibrar, caminhar e correr. Em Jundiaí, por ano, são realizadas em média 15 corridas destinadas ao público adulto. O evento municipal para as crianças é uma oportunidade para que essa população participe das atividades, de forma natural", analisa. Cunha lembra ainda que a Corrida - que seria realizada no último dia 14 de abril, mas foi transferida por conta da chuva - teve grande aceitação e em menos de 24 horas as 500 vagas disponíveis foram preenchidas. "Percebe-se que a população aguardava por uma atividade deste tipo. A adoção de um estilo de vida ativo e saudável desde a infância repercute diretamente na vida adulta. É importante ressaltar que Jundiaí está em trabalho para o desenvolvimento de políticas públicas da criança na cidade. São ações e programas que propiciam a autonomia da criança", detalha. T_criançacorrida

Notícias relevantes: