Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Investigação da BRF acende alerta entre consumidores de Jundiaí

VINÍCIUS SCARTON - vscarton@jj.com.br | 07/03/2018 | 04:27

A BRF, uma das principais empresas do ramo alimentício do mundo, está no foco da 3ª fase da Operação Carne Fraca, deflagrada no dia 5 de março, pela Polícia Federal. Na ocasião, o grupo está sendo investigado por fraudar resultados de análises laboratoriais relacionados à contaminação pela bactéria Salmonella pullorum. As fraudes foram constatadas entre 2012 e 2015. Onze pessoas tiveram mandado de prisão decretado, entre elas ex-executivos do grupo. A Salmonella é um gênero de bactérias e as doenças causadas e transmitidas por alimentos são consideradas um dos problemas mais alarmantes de saúde pública em todo o mundo.

Em Jundiaí, o assunto já virou preocupação entre comerciantes e consumidores, que destacam a higiene como fator preponderante para lidar com os alimentos, a fim de evitar a contaminação pela bactéria Salmonella. O sócio-proprietário de um empório na cidade, Larry Cassaro afirmou que a preocupação em lidar com as carnes está redobrada. “A higiene dentro do açougue é fundamental. Eu exijo isso dos meus funcionários. Aqui todos desinfetam as mãos inúmeras vezes. Além disso, nossas carnes não ficam expostas o dia todo, e fazemos trocas constantes.” Outro comerciante que comentou sobre o tema foi Paulo Sergio Pedroni. Ele reforçou que, em seu estabelecimento, segue todas as normas da Secretaria de Saúde. “Eu prezo pela higiene em meu açougue, pois não há possibilidade alguma de vender os produtos sem se atentar ao assunto. Todos aqui seguem o manual sanitário e nossas carnes passam pela refrigeração correta.”

O italiano Angelo Tonti trabalha como chef de cozinha e reside em Jundiaí há seis anos destaca quais são as suas principais exigências na hora de adquirir a carne. “Eu observo a qualidade do produto, a limpeza do local, como é armazenado e a entrega da carne. Tratam-se de fatores imprescindíveis para definir a minha escolha.” A recepcionista Hélia Eleutério também comentou sobre o tema. “A higiene não pode faltar em lugar algum, quando o assunto é alimentação. Além disso, o ambiente deve estar adequado, desde a exposição dos produtos, a qualidade dos mesmos e a entrega da carne.”


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/investigacao-da-brf-acende-alerta-entre-consumidores-de-jundiai/
Desenvolvido por CIJUN