Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

‘Itália Canta’ faz homenagem à Família Bagnariol

DA REDAÇÃO | 14/10/2018 | 11:00

O Itália Canta de número 798 prestou homenagem à Família Bagnariol. O quadro foi elaborado pelo saudoso Tobias Muzaiel e é uma parceria entre a Rádio Difusora e o Jornal de Jundiaí. A pesquisa histórica é feita por Rolando Giarolla.

Antonio Bagnariol e sua esposa, Antonia Morassutti, embarcaram da cidade de Cinto Caomaggiore no Porto de Gênova em 16 de abril de 1897 no navio Manilla, ele aos 60 anos e ela aos 50. Buscavam uma vida melhor para os filhos. Após a crise na Europa e ascensão brasileira do café, aproveitaram a chance de imigração, vindo já com trabalho garantido.

Com o casal, vieram seus filhos, Pietro com 23 anos, Domenico, com 20, Reginal, com 17 e Eugênio, com 14. Chegaram ao Brasil em 25 de maio de 1897, no Porto de Santos, com destino a Hospedaria dos Imigrantes em São Paulo, já admitidos para trabalho em uma fazenda em Monte Alegre, porém, não se sabe ao certo, foram trabalhar em Amparo.

Eugênio se casou com Rosa em 1909 e moravam com os pais na fazenda de Amparo. Tiveram 11 filhos, entre eles, Pedro. Quando Eugênio morreu, em 1932, Rosa, sozinha com 11 filhos, decidiu ir para Santo André. Alguns filhos foram trabalhar na Pireli Pneus. Pedro foi um deles, se casou com Ana Nalini, e tiveram cinco filhos

Pedro tinha o sonho de obter sua própria chácara, e, com os filhos já crescidos, comprou uma propriedade no bairro Caxambu, em Jundiaí, para onde trouxe os filhos Claudete, Roberto, Maria Rosa, Aparecida e Francisco. Esta terceira geração que está aqui conosco.
T_familia_bagnariol_Easy-Resize.com

 

 


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/italia-canta-faz-homenagem-a-familia-bagnariol/
Desenvolvido por CIJUN