Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí conectada de ponta a ponta para facilitar a vida do cidadão

Da Redação | 14/12/2019 | 06:00

Ampliar ao máximo o acesso público à internet e ferramentas digitais de interação. Essa é a meta de Jundiaí que, atualmente, possuí 74 pontos de wi-fi gratuito na cidade, mais que o dobro encontrado no início da atual administração, quando eram apenas 34. A meta até final de dezembro é saltar para 90 pontos.

Hoje, a cidade tem wi-fi em todas as UBS, em parques, escolas e centros esportivos, além de bairros como o São Camilo e Jardim Fepasa. A cidade está tão conectada que, para se ter uma ideia, tem um ponto de wi-fi para cada 5 mil habitantes; já a cidade de São Paulo tem um ponto à cada 50 mil habitantes.

Tudo parte de políticas públicas da gestão Luiz Fernando Machado: o Programa de Governo Jundiaí Digital que, desde 2017, investe na implantação da Infovia Digital, que ligará todos os prédios públicos a partir de 370 km fibra ótica, totalizando um investimento de R$ 9 milhões.

Toda essa estrutura tem por trás a Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), responsável pela implantação dos sistemas digitais, como o Aplicativo Jundiaí com a oferta de mais de 130 serviços; o desenvolvimento de ferramentas de gerenciamento de projetos prioritários (Governo Web, Saepro 2.0) e o Novo 156, portal de serviços do governo entre outros.

De acordo com o diretor-presidente da Cijun, Amauri Marquezi de Luca, o diferencial das novas tecnologias é ter o foco nas pessoas. “Há alguns anos podíamos dizer que o foco era a melhoria de sistemas e processos. Hoje, em Jundiaí, buscamos investir em tecnologia para aprimorar a qualidade de vida, para melhorar para o cidadão, facilitar a comunicação com o poder público e com isso dar, cada vez mais, transparência à administração”, afirma.

O Programa Acessa Jundiaí é outro exemplo. Por meio dele, são oferecidos computadores e impressoras, em salas especialmente selecionadas, em 11 pontos diferentes da cidade, além de monitores capacitados pela Cijun, para orientar os usuários em necessidades específicas, principalmente na procura de vagas de emprego, elaboração de currículo e informações sobre concursos públicos.

Os pontos contam com wi-fi público, o que facilita a navegação em sites de vagas. O projeto conta ainda com o apoio das Unidades de Gestão de Transportes, Educação e Desenvolvimento Econômico do município. “Desde 2017, quase 30 mil pessoas foram beneficiadas pelo programa”, diz o diretor-presidente da Cijun.

Mas há outros exemplos para consolidar Jundiaí como uma cidade cada vez mais inteligente, como utilizar Inteligência Artificial para catalogar buracos nas vias públicas e uso de drone para mapear sepulturas nos cemitérios para geolocalização.

Desde o início, a atual gestão promoveu grandes mudanças neste sentido, cujo objetivo é racionalizar o uso de recursos públicos e assegurar eficiência e agilidade nos serviços para o cidadão. “Mudar o perfil do atendimento fortalece o modelo de gestão municipal com foco na excelência da prestação dos serviços públicos. As medidas que temos colocado em prática servem para fazer um governo mais próximo da população e, principalmente, que responda às demandas reais do dia a dia”, afirma o gestor de Governo e Finanças (UGGF), José Antonio Parimoschi.

 


Leia mais sobre | |
Da Redação
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-conectada-de-ponta-a-ponta-para-facilitar-a-vida-do-cidadao/
Desenvolvido por CIJUN