Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí confirma a primeira morte por H1N1 em 2018

GUSTAVO AMORIM | 16/07/2018 | 10:05

A Vigilância Epidemiológica de Jundiaí confirmou no início da noite de ontem a primeira morte na cidade por H1N1. O paciente (não foi divulgado o sexo nem a idade) morreu em junho e tinha comorbidades (outras doenças). A cidade tem mais uma morte suspeita em investigação. A Prefeitura de Jundiaí confirmou ainda outros três casos positivos da doença em que os pacientes já receberam alta hospitalar. A cidade registrou 45 suspeitas este ano, e 25 delas já foram descartadas. 15 seguem em análise pelo Instituto Adolfo Lutz.

No Aglomerado Urbano de Jundiaí (AUJ), composto ainda pelos municípios de Campo Limpo Paulista, Várzea Paulista, Itupeva, Louveira, Cabreúva e Jarinu, registrou até agora em 2018 pelo menos nove casos de gripe pelo vírus Influenza. Os dados foram obtidos pelo Jornal de Jundiaí junto às prefeituras municipais nesta segunda-feira (16). Assim como Jundiaí, Várzea Paulista tem quatro casos confirmados da doença. A assessoria de imprensa confirmou apenas que os pacientes estão em tratamento, mas não detalhou o estado de saúde deles. Também não informou o número de notificações apresentadas até agora à Secretaria de Saúde, assim como quantos casos suspeitos já foram descartados.

Campo Limpo Paulista também registrou um caso positivo em uma criança de dois anos, mas ela já recebeu alta. Cabreúva e Itupeva não registraram notificações em 2018.Jarinu e Louveira não enviaram informações até o fechamento desta edição. Apesar disso, uma mulher de 35 anos morreu na semana passada em Louveira com suspeita de H1N1.

Vacinação
Em Várzea Paulista, a vacinação imunizou acima da meta vários dos grupos de risco, porém três ainda não passaram dos 80% vacinados. Em Itupeva, crianças (53,02%), trabalhadores da área da saúde (70,65%), gestantes (45,76%) e puérperas (62,04%) ainda não bateram a meta estipulada pelo Governo Federal. Em Campo Limpo Paulista, a vacinação foi encerrada com 83,16% da população considerada de risco vacinada. Em Jundiaí, as unidades de saúde continuam realizando o procedimento.

Foto: Arquivo/Jornal de Jundiaí

Foto: Arquivo/Jornal de Jundiaí


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-confirma-a-primeira-morte-por-h1n1-este-ano/
Desenvolvido por CIJUN