Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí confirma segunda morte por H1N1 em 2018

Gustavo Amorim | 14/08/2018 | 18:15

A Prefeitura de Jundiaí confirmou nesta terça-feira (14) a segunda morte causada pelo vírus H1N1 na cidade. Não há informações sobre a faixa etária da vítima ou a data exata de sua morte, que ocorreu no mês de julho. O outro óbito pelo vírus foi registrado em junho. É o oitavo caso confirmado da doença na cidade. Seis pacientes com H1N1 receberam alta nas instituições de saúde.

O número de vítimas ainda pode aumentar. Segundo a Vigilância Epidemiológia (VE) de Jundiaí, órgão ligado à Unidade de Gestão de Promoção da Saúde (UGPS), uma morte ainda está sendo investigada com suspeita de H1N1. Em 2018, a cidade registrou 61 notificações do vírus Influenza, dos quais 43 foram descartados pelos exames e 10 aguardam os resultados.

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Foto: Rui Carlos/Jornal de Jundiaí

Até 8 de agosto, 83.967 pessoas foram imunizadas contra a doença na cidade. O número corresponde a 79,21% da população de risco que deveria receber a vacina – crianças de seis meses e menores de cinco anos, trabalhadores em saúde, gestantes, puérperas e idosos preconizados pelo Ministério da Saúde. A vacinação segue no município até o fim dos estoques.

As vacinações são feitas das 8h às 17h, de segunda-feira a sexta-feira, nas unidades básicas de saúde (UBS) do Eloy Chaves, Novo Horizonte, Hortolândia, Morada das Vinhas, Anhangabaú, Comercial, Colônia, Jundiaí Mirim, Agapeama e Santa Gertrudes.

Febre Maculosa e Raiva
Segundo a UGPS, Jundiaí registrou até agora no ano um caso confirmado de febre maculosa – uma criança, que já teve alta hospitalar. São 14 notificações suspeitas no período e três que ainda aguardam resultado. Já em relação a raiva, foram registrados cinco casos em bovinos e três em morcegos. Até 1º de setembro, 157 postos de vacinação antirrábica ficarão instaladas em postos fixos e itinerantes à disposição da população.


Leia mais sobre | | |
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-confirma-segunda-morte-por-h1n1-em-2018/
Desenvolvido por CIJUN