Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí Empreendedora capacitará 6 mil trabalhadores

Kátia Appolinário | 26/04/2020 | 06:00

O Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) anunciou na manhã deste sábado (25) o programa “Jundiaí Empreendedora”, uma iniciativa para oferecer mentoria e capacitação profissional para micro e pequenos empresários, além da abertura de uma linha de crédito de R$ 2,5 milhões. Com um cronograma de 140 ações, com atividades iniciadas na nesta segunda-feira (27), o objetivo é impactar aproximadamente 6 mil pessoas.

O prefeito de Jundiaí, Luiz Fernando Machado, afirma que o projeto será importante para auxiliar na redução dos prejuízos econômicos desencadeados pela pandemia. “O programa pretende mitigar os efeitos da crise econômica na cidade através do investimento na cultura empreendedora. Estamos estimulando a sociedade civil a apostar em um novo tipo de empreendedorismo local”, ressalta.

À frente da coordenação do programa, o gestor da Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF), José Antonio Parimoschi, explica que a iniciativa cumpre a estratégia mista, modulada e pactuada para equilibrar o dia a dia das pessoas com a retomada econômica. “O programa é classificado como essencial diante das previsões de retração na economia brasileira em 2020, estimada em torno de 5%, segundo projeções do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Mundial. As dificuldades, portanto, serão grandes, e há necessidade de um planejamento local para atravessar este período de recessão”, considera o gestor.

E completa. “Para que a retomada seja possível, é necessário oferecer ferramentas capacitadoras para que economia não fique estagnada. Os pequenos negócios são responsáveis por 50% da geração de empregos no Brasil, por isso focaremos neste público. Nossa ideia é fortalecer o empreendedor, criar cadeias produtivas para que se articulem e possam crescer”.

PARCERIA

O projeto foi desenvolvido pela Prefeitura Municipal ao lado do Sebrae com o apoio de outras 19 entidades, entre elas, o Sesi, Senai, Ciesp e o Sesc Jundiaí. De acordo com o superintendente regional do Sebrae, Thiago Farias, a ação será dividida em duas fases e a primeira já está sendo realizada. “A primeira consiste no acolhimento e enfrentamento da crise. Serão oferecidos cursos com foco no setores mais afetados, como indústria, comércio, turismo, serviços e agronegócio”, explica ressaltando que as ações imediatas serão pelo programa ‘Enfrente’, com atividades práticas on-line, modulares e intensivas.

Além deste, os demais projetos englobados pela ação com o apoio do Sebrae estão o “Empreenda Rápido On-line”, o “Sebrae Responde”, “Treinamento Banco do Povo” e o “Encontro On-line de Crédito”.

Pensando também naqueles que estão ingressando agora no mercado, com 200 professores o programa “Jovens Empreendedores” contemplará 10 cursos que pretendem impactar 14 mil alunos. O investimento do Sebrae para a oferta de cursos gratuitos é de R$ 1,2 milhão nessa primeira fase.

Além disso, a Prefeitura de Jundiaí, por meio do Banco do Povo, disponibilizará R$2,5 milhões para empréstimos aos munícipes. Pensando ainda na recolocação, o Portal da Empregabilidade, desenvolvido com o auxílio da Companhia de Informática de Jundiaí (Cijun), articulará vagas disponíveis e materiais exclusivos essenciais para quem busca por uma vaga no mercado de trabalho. As inscrições estarão disponíveis no site da Prefeitura de Jundiaí, a partir de segunda-feira (27). O Sesc Jundiaí realizará ainda 15 ações entre maio e junho, voltadas para os mais diversos públicos, envolvendo 170 artistas.

Somente em capacitação para novos empreendedores, no curso de ‘SuperMEI’, serão 1,6 mil vagas. Também são esperadas cerca de 300 participantes na iniciativa conhecida como ‘1000 Mulheres’ – com aulas em ambiente virtual -, e 14 mil alunos a serem envolvidos na ação ‘Jovens Empreendedores’, direcionado para os alunos da Rede de Educação.

ENFRENTAMENTO

Para atender às demandas populacionais, o Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus (CEC) tem atuado em diferentes frentes. Até o momento foram veiculadas ações na área da saúde, segurança alimentar, educação e econômica.

Dentro do plano de contingência da saúde, há mais de 7 mil profissionais atuando em diferentes áreas. Pelo menos 54 mil cestas básicas serão distribuídas para a parcela populacional em situação de vulnerabilidade, 800 kits de alimentação também serão entregues aos alunos da rede pública.


Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-empreendedora-capacitara-6-mil-trabalhadores/
Desenvolvido por CIJUN