Jornal de Jundiaí | https://www.jj.com.br

Jundiaí investe R$ 200 milhões em quatro meses na saúde

Angelo Augusto Santi | 26/06/2020 | 18:53

O gestor da Unidade de Saúde da Prefeitura de Jundiaí, Tiago Texera, esteve na manhã de hoje (26) na Câmara de Jundiaí para apresentar o desempenho e a prestação de contas da pasta nos primeiros quatro meses deste ano. Como não poderia ser diferente, o foco tem sido quase que exclusivo no combate à pandemia de novo coronavírus (covid-19). Com o afastamento do vereador Wagner Ligabó (Cidadania), Arnaldo da Farmácia (DEM) é quem está à frente da Comissão de Saúde da Câmara e presidiu a sessão.

O diretor-financeiro da Unidade de Saúde, Marco Antonio Viscaino, começou a apresentação expondo os valores totais gastos entre janeiro e abril de 2020. Nos primeiros quatro meses do ano, Jundiaí aplicou R$ 145,8 milhões em recursos próprios na Saúde, o que corresponde a 24% da receita tributária total do município. Em comparação ao ano passado, houve um aumento de 3%, que correspondem a R$ 18 milhões. No mesmo período de 2019, foram utilizados 21% da receita disponível.

“Quando comparado com o orçamento anual, já investimos 31% do valor previsto para o ano todo, que beira os R$ 600 milhões. Além disso, dos R$ 126 milhões que deverão vir em repasses do governo do estado e da União durante todo o ano, R$ 55,9 milhões foram recebidos entre janeiro e abril”, afirma.

Depois disso, Texera explanou os números das demandas nas unidades de Saúde pública em Jundiaí. O disk-156 coronavírus, canal de comunicação para atendimentos a respeito da covid-19, recebeu 5.400 ligações entre 24 de março e 30 de abril, além de 2.790 atendimentos via chat, que permite uma chamada de vídeo com profissionais da área. “Hoje, já chegamos a aproximadamente 15 mil ligações.”

Segundo o gestor, Jundiaí terá o pico da pandemia agora, nos meses de junho e julho. Em agosto, a tendência é que a curva de contaminação e óbitos comece a regredir. “A cidade se estruturou desde bem antes do momento crítico da pandemia através da criação do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus. Nossa estrutura conta com 85 leitos de UTI exclusivos no Hospital São Vicente para paciente de coronavírus, mais 107 leitos de enfermaria e 86 respiradores. Mas vale lembrar que não paramos os demais atendimentos, de outras doenças, que foram reformulados para evitar aglomerações nos hospitais”, disse.

Nesses quatro meses, foram mais de 40 mil atendimentos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), considerando que já em março e abril houve uma redução da agenda devida ao isolamento social. “Ressaltamos que não fechamos nenhum equipamento, mas desmarcamos e reprogramamos as agendas de rotina não prioritárias, tendo sido implantado um telemonitoramento, feito via telefone com os pacientes”, finaliza.


Leia mais sobre | | | |
Angelo Augusto Santi
Link original: https://www.jj.com.br/jundiai/jundiai-investe-r-200-milhoes-em-quatro-meses-na-saude/
Desenvolvido por CIJUN